27 de dez de 2010

Fora do ar

Estou de volta ao meu apartamento, tudo em caixas, sem nenhum armário e com 2 crianças pequenas.
A Cecilia resolveu que não quer dormir a noite e ainda por cima estou sem internet, so vendo os e-mails pelo celular.
O caos ta instalado mas me aguardem que eu volto!!!!

16 de dez de 2010

Cecília - o parto

Então, estou sumida pra caramba, eu sei, mas a vida com duas crianças pequenas, uma reforma e outras coisinhas mais é bem mais complicada, né!

Estou devendo pra vocês o relato do parto, que na verdade não é nada muito emocionante, uma vez que eu já sabia (e acho que vocês também) que seria uma cesárea devido à um cisto enorme que atrapalhou tudo...

Tudo estava marcado para o dia 06, segunda-feira, à noite, enfeite de porta de maternidade pronta, lembrancinhas para serem encomendadas (porque são brigadeiros tá, não podia mandar fazer antes).

Dai, na quinta-feira anterior eu tive a minha última consulta, fui sozinha, pois já estava de licença e marquei pra de manhã. O médico tinha me dito na consulta anterior que viajaria no final de semana anterior ao parto para o aniversário de uma tia de 80 anos... (O quê dizer diante disso??? Tias velhinhas que fazem 80 anos tem uma certa preferência, né? Ainda mais estando tudo bem comigo.) Apesar da apreensão eu tentei ficar tranquila com essa informação e comecei a rezar para que nada acontecesse durante o final de semana.

O ultrassom da consulta foi MEGA demorado e o médico mediu e olhou tudo da bebê muitas vezes. Ele falou mil vezes que estava tudo bem e minha única pergunta foi se havia algum indício de que a bebê pudesse nascer antes da hora. Ele sempre me dizendo que estava tudo normal...

Saí da sala de exame e sentei na frente dele para ver os detalhes do parto, ai ele olha o computador e me pergunta: "Você quer fazer amanhã? Mas terá que ser às 07 da manhã!". Liguei para o marido e diante do aval de fazer o quê eu quisesse, marquei a cesárea para o dia seguinte e comecei a correria... Não tinha mala pronta, nem minha, nem da Ciça. Comecei do carro mesmo a avisar todo mundo que precisava. Claro que não deu tempo de encomendar os brigadeiros e a mala ficou meio mal feita, mas as minha preocupação maior era o que fazer com o Gui. Decidimos que o marido dormiria em casa com ele e que alguém (minha mãe de preferência) ficaria comigo no hospital.

Acordamos cedo no dia seguinte, fomos para o hospital e nem deu muito tempo pra ter nervosismo e ansiedade, o médico já me aguardava e foi tudo muito rápido. Eu só fiquei muito nervosa na sala de parto mesmo, não por conta do parto em sí, mas sim pelo medo de sentir todos os efeitos da anestesia com no parto do Gui.

Dessa vez eu tive mais sorte com o anestesista e ele só me furou 2 vezes até acertar o ponto, mas minha pressão baixou logo no início da cirurgia e eu me senti muito enjoada durante todo o procedimento.

A Ciça nasceu bem rapidinha, com tudo certinho, às 38 semanas e 5 dias, com o anúncio do médico de que o cólo do útero já estava bem fino e que eu já estava em contração, mesmo sem dor... Naquele momento eu tive a certeza de que tinha feito a coisa certa em adiantar a data!

A recuperação foi horrível, vomitei muito, tanto que nem consegui colocar minha pequena pra mamar logo na primeira hora. Só fui melhorar mesmo depois que levantaram a cabeceira da cama e eu pude tomar um banho, ou seja 8 horas depois da cirurgia.

Dessa vez eu não levantei numa boa e saí andando com no parto do Gui, senti dor e tive dificuldade pra andar, mas tinha um anjo de auxiliar de enfermagem que me ajudou muito em toda essa recuperação.

A Cecília pegou o peito logo que chegamos ao quarto e segue mamando muito desde então, bem diferente do irmão que tomou complemento desde o primeiro dia, o leite está descendo muito bem e nem os problemas da apojadura eu tive dessa vez. Graças à Deus, Ciça não teve icterícia como o irmão e já saiu da maternidade de briquinho na orelha para contragosto do papai.

Voltamos pra casa com 2 dias e meio do parto e apesar de uma dor de cabeça e um torcicolo que me acompanham tudo esta bem tranquilo por aqui. O irmãozinho tem tido muito ciúme, mas ao mesmo tempo está muito apaixonado pela irmã, faz carinho e dá muito beijinhos nela a toda hora.

Agora estamos tentando nos adaptar à vida com dois... ainda mais agora que o Gui entrou de férias!!!!

7 de dez de 2010

A culpa é SEMPRE da mãe!!!

Pausa no momento "chegada da Cecília" para colocar aqui o outro fator predominante nos últimos dias nesta casa: a CULPA DE MÃE.

Aqui em Brasília tem até um grupo de teatro que teve esse nome (depois mudaram não sei porquê) e no qual eu pouco me atentava até ser mãe. A verdade é que, se você é mãe, seja de que jeito for, uma hora sentirá culpa! Culpa por trabalhar, culpa por não trabalhar, culpa por não estar em casa, culpa por ficar muito em casa, culpa por botar no colo, culpa por deixar no berço, culpa por brigar, culpa por não brigar... e ai vai até o limite do infinito.

Durante as duas últimas semanas a minha culpa de mãe esteve muito acentuada, claro, devido ao final da gravidez eu não tive muita disposição e condição de me dedicar ao Gui, fiquei me sentindo a pior das mães, no limite da exaustão física e da sanidade mental, fui dormir todas as minhas noites com culpa por não estar sendo para o Gui a mãe que sempre desejei ser. Do outro lado, também tinha a culpa por não estar sendo aquela mãe ativa para a Ciça como fui na gravidez do Gui, não deu pra ouvir as musiquinhas do Baby Einstein, não deu pra fazer hidroginástica, não dava nem pra passar creme anti-estrias todos os dias, tamanha foi a confusão por aqui.

Porém, hoje, hoje é o dia D para a minha Culpa de mãe, hoje, exatamente daqui há 10 minutos estará acontecendo a festa de Natal da escolinha do Gui e eu, estou aqui, de molho em casa. Não posso ir, porque não estou ainda 100%, sinto muitas dores em tudo, porque não posso levar a Cecilia que não tem nenhuma vacina (ambiente de escola é fogo!) e porque não posso deixar a Cecília porque onde minha mãe mora é tão longe e tem tanto transito que fico com medo de demorar demais pra chegar.

Meu mocinho deve estar lá cantando e dançando e eu nem poderei ver... que triste eu estou com tudo isso. Mas em alguns momentos chego a pensar que isso tem alguma aprendizagem, pois Deus não seria tão ruim a ponto de me deixar perder a PRIMEIRA festinha do meu filho à toa...

Bom, depois eu volto com as notícias do parto e da Ciça...

4 de dez de 2010

Nasceu a Cecilia!!!!

Pois e, como disse a Neda: Cecilia nasceu nesta sexta-feira, as 07:40 da manha, pesando 3.580g e medindo 50cm.
Ainda estamos no hospital com alta esperada para amanha.
O Gui já veio conhecer a irma e queria leva-lá pra casa!
Assim que voltar a ter acesso ao computador eu volto pra contar como foi esse nascimento.
Beijos

30 de nov de 2010

A ultima semana...

Post escrito no IPhone

- O celular quebrou e perdi todos meu contatos;
- A mudança não vai rolar;
- Comecei a semana mega gripada e o Gui pegou de mim, resultado tem duas noites que não se dorme nessa casa;
- Faltam providenciar alguns detalhes, tipo sutien de amamentação;
- Pelo menos a casa já ta limpa;
- Mas a geladeira mofou e trocar a borracha da porta vai custar quase 300 reais;
- O médico vai viajar no final de semana, ou seja, tomara que a Cecilia não resolva nascer neste finde;
- Mesmo assim, marquei o parto: dia 06 as 18 horas... Mas bem que podia ser antes!!!

19 de nov de 2010

Preocupações dos últimos dias

A data do parto vai chegando e eu vou ficando cada vez mais preocupada com alguns pequenos detalhes. Sei que tudo no fim vai se resolver, mas para uma libriana cheia de ansiedades, até que estou bem calminha e até que estas preocupações não são tão cabeludas assim.


Primeiro me preocupo com o Gui, com a forma como ele pode reagir à chegada da irmã, em como deixá-lo 3 dias na casa da minha mãe sem a gente por perto, em como dar atenção pra ele no primeiro mês de agonia nascimento da Ciça.

Tenho lido muita coisa sobre a chegada do irmão mais novo, mas todas as experiências que tenho visto, o primeiro filho é mais velho um pouquinho, o quê facilita o entendimento da situação. Às vezes eu acho que o Gui é muito nenêm e que não está entendendo nada do quê tá rolando por aqui.

Com a minha obra quase terminada, mas que não termina nunca, tenho me preocupado bastante em como ficar na casa da minha mãe com MAIS UMA CRIANÇA. Porque estamos bem instalados, o Gui vai ter muita atenção, vou ter muita ajuda, porém não temos lugar para as coisas da Ciça, nem pra berço, nem pra roupinhas, nem pra fraldas... um caos!!!! Fico me sentindo tão injusta com ela, mesmo antes dela dar importância pra tudo isso... (Ai essa culpa de mãe!!)

Ainda tem as preocupações de ordem prática, tipo, metade das coisas da Ciça estão no depósito e se eu não mudar realmente até que ela nasça vou precisar ir resgatar tudo isso pra lavar antes e coisas assim... Mas ai vem aquela dúvida, e colocar onde????

Tenho ficado bem angustiada com tudo isso, e essas coisas tem me tirado o sono, porque "ainda" faltam 2 semanas pra ela nascer, só que falta TANTA coisa pra arrumar e decidir...

14 de nov de 2010

Tá chegando a hora...

Pois é, faltando apenas 4 semanas para o nascimento da Cecília, continuo morando na minha mãe e por enquanto sem previsão de voltar pra casa.

Em teoria a obra terminaria esta semana que começa amanhã, porém, na sexta-feira passada o pedreiro quebrou a pia do banheiro social na hora da colocação. Ou seja, mais 15 dias para a chegada de outra...

Além disso, ando pensando que é insano fazer uma mudança com uma barriga gigantesca como a minha, e na real, mesmo tendo toda ajuda do mundo, no fim, sou eu que terei de dar as coordenadas de onde guardar tudo na casa. Ainda mais estando ela totalmente sem armários.

A barriga (e o Ciático) tem me incomodado bastante, dói para andar, para sentar, para levantar, para deitar... ou seja, dói pra "viver"!!!! Não que não goste de estar grávida, mas esse finalzinho realmente é muito, muito cansativo... ainda mais para quem tem um menininho espuleta de 2 anos.

8 de nov de 2010

Mulher de Libra

Sabe um gatinho felpudo se aninhando no colo pra dormir? A mulher de Libra. Muitas vezes parecem uma boneca de tão femininas que são. Mas elas são espertas essas meninas... Na realidade elas se sentem muito bem usando calças e são donas de um raciocínio que causa surpresa. Como uma bonequinha de luxo pode ter tantos comentários pertinentes sobre o trabalho que você realiza na empresa?
Bom. Elas conseguem desenvolver um raciociínio por horas e elas falam muito. Quando estão discutindo, as vezes nem percebem que se colocaram mais em um monólogo do que num debate. No fim ela acaba sem defender ninguém.
Bom, na realidade, que diferença faz? Você está ridiculamente encantado pelo jeito dela de escorregar no chão e cair de bunda (tudo é lindo nessas gatinhas felpudas). E o sorriso dela? Admita que você já sentiu vontade de nadar nele. Nado borboleta. Tudo que ela disser você concorda. Então se você não é chegado na DR, te prepara porque se tem uma mulher no zodíaco que sabe discutir uma relação, é a libriana. Tá bom que ela discute sobre umas coisas meio sem importancia as vezes, mas é admirável sua determinação em encontrar uma resolução correta.
As librianas são parecidas com as leoninas no quesito luxo e materialismo. A grande diferença é que as leoninas se detem no valor das coi$as, ao passo que as librianas dão mais importancia à beleza. Ela tem necessidade de roupas bonitas, perfumes de notáveis aromas, espetáculos de arte e música. E é apenas uma fatalidade que o que é belo e de boa qualidade, seja caro. rsrs Prepare o bolso se decidir ser feliz para sempre com uma dessa. Funde um grupo de apoio de maridos endividados junto com os amantes das leoninas. Vai ajudar.
As mulheres de libra, mais do que qualquer outra, tem essa necessidade de estar acompanhada. Sozinha não dá. Ela definitivamente não nasceu pra jogar paciência. 9 em cada 10 librianas vão perguntar à cartomante quando encontrará o amor da sua vida. A outra que restou está preocupada com quem irá montar a sua empresa. By myself é hard. E em se tratando de negócios dificilmente ela deixará que suas emoções a impeçam de realizar um julgamento equilibrado. Sua dedicação a quem ganha seu coração é uma combinação perfeita de força e suavidade. Ela quer estar junto de quem ama sem sufocar. Nunca abrirá uma correspondencia sua. Pelo contrário, ela quer ser útil e agradável.
Librianas são doces o suficiente para acompanha-lo como as mais graciosas da noite, bem como de ajudá-lo a trocar o pneu do carro que furou na volta. As vezes a gente se espanta com elas. Quando mexem realmente com essas mulheres, elas se desfazem da pele de veludo e mostram porque quando essa bonequinha de porcelana cai no chão, não se quebra.
Gatinha felpuda?
rs
Bom, você acredita no que quiser. A capa é a menor parte de um livro.

2 de nov de 2010

Sumida eu????

Caramba!!! Quase um mês sem postar... nossa, acho que me superei dessa vez!

Desculpem, desculpem e desculpem, mas com a mudança de casa, a obra, o trabalho mega corrido, os montes de blogs pra ler e um curso de uma semana fora da empresa as coisas se acumularam na minha vida e não dei conta.

Vamos por pontinhos porque os assuntos são muitos:

* A barriga anda ótima, enorme e cheia de movimentos, a Cecília anda bem animadinha por aqui, o quê me deixa bem cansada, principalmente de noite, quando não tenho posição para dormir. Mas afinal, já entrei na 34 semana e nem parece que só faltam algumas semanas pro nascimento da baixinha.

* Já comecei com as consultas quinzenais, mas ainda não "realizei" que a coisa está tão perto... Temos tantas coisas pra fazer antes dela nasce, mas tantas!!!! Acho que no fim, a Ciça acabará nascendo enquanto estivermos morando na minha mãe, porque aguentar uma mudança nos últimos dias de barrigão não vai ser fácil!

* A obra está quase concluída. Quase, porque a empresa onde compramos as cerâmicas do banheiro fez uma besteira e errou no pedido do único micro detalhe que colocaremos no banheiro social, com isso, o material só chegará amanhã e o pedreiro não pode concluir. Além disso, as pias ainda não chegaram, e nem vou dizer pra engenheira que só devem chegar no dia 11/11... deixa ela achar que estão atrasados...

* A pintura da casa está concluída e cada comodo ficou do jeitinho que eu queria. Cores novas e muitas energias renovadoras.

* Não comprei nada para o quarto da Ciça ainda, tadinha, mas não tenho tempo de mandar fazer, tenho que achar uma coisa pronta e não está fácil achar o quê eu quero... Santa desorganização, Batman!!!!

* Ando muito desmotivada para o trabalho, estou levando os últimos dias bem na moleza, afinal, lá vou eu ficar mais 6 meses fora e talvez nem volte. Então, pra quê me esforçar???

* No descompasso de tudo isso, na semana retrasada fiz um curso (a semana inteira) sobre Gerenciamento de Conhecimento, tudo muito legal, cansativo porque foi todo em inglês, com participantes e palestrantes estrangeiros, mas que valeu muito a pena. Quero ver se consigo aproveitar tudo isso pra minha vida e não só pra organização.

* O Gui anda bem, mas muito mimadão, nesse dias de feriado então, onde ele fica o tempo todo conosco é duro a volta pra rotina. Mas eu vou tentando... Aos poucos a personalidade do meu baixinho vai ficando mais aparente e seus ataques estão sendo mais freqüentes, estou com muito medo do quê virá por ai...

* Já fiz a matrícula dele para o próximo ano na escola, já veio a lista de materiais e tudo mais que temos que comprar... e eu nem tenho 13º...

* Estamos agora pensando no quê a Ciça trará para o irmão. A idéia inicial era uma bicicleta, mas levamos ele para ver algumas outra dia e achamos que ele ainda é pequeno para anda nas magrelinhas e que será dinheiro jogado fora. Também pensamos no Plasmacar, que é uma idéia bem legal, mas é caro. Assim, quem tiver sugestões, nós agradecemos!

Bom, acho que de novidades temos essas, assim que tiver mais eu volto e prometo não sumir novamente por tanto tempo.

15 de out de 2010

Estrela de comercial...

Não, não coloquei o meu pequeno pra fazer propaganda, embora escute isso de muitas pessoas por ai... Mas nesse caso, é para um trabalho social, bem legal...

Meu irmão faz odontologia e vai fazer um trabalho de prevenção em escolas carentes do entorno de Brasília, e como o pequeno adora escovar os dentes e a língua, serviu de modelo pro Banner que eles carregarão pelas escolas durante toda a semana que vem... Legal, né!!!!

7 de out de 2010

Resoluções de Ano Novo...

Sim, eu sei , falta muito ainda pro Ano Novo chegar, mas como nessa época eu estarei muito ocupada entre fraldas e noites mal dormidas resolvi pensar nas minhas resoluções logo agora, assim já adianto a minha listinha...

1) Como tem acontecido coisas não muito agradáveis aqui na KGB em relação à minha carreira, à minha relação com a chefia e tudo mais, minha primeira resolução para o ano novo é procurar outro ganha-pão na vida. Como isso irá acontecer, ainda não tenho certeza, mas várias possibilidades tem sido pensadas... Como terei alguns meses com a cabeça um pouco menos ocupada, vou ter tempo de amadurecer as idéias sobre isso...

2) A segunda coisa é realmente tentar me dedicar mais e mais à familia e ao marido principalmente. Sinto que nos últimos dois anos nossa relação tem se desgastado um pouco, pela falta de tempo, pela falta de ter com quem deixar o pequeno e pelos problemas financeiros. Mas com a chegada do segundo filho, vejo cada dia mais que é necessário reservar um tempo pra nós, arrumar um esquema que funcione para que possamos voltar a nos curtir como na época de namorados... Realmente sinto muita falta disso!

3) O ponto três das resoluções de vida é dar mais atenção ás amizades que realmente são verdadeiras, reservar espaços na minha agenda para as amigas com quem eu quero manter um relacionamento, aquelas que quero que meus filhos chamem de tias!!!

4) Cuidar mais da minha mãe, fazer programinhas com ela, conversar mais com ela. E esse tempo na casa dela me deixou essa certeza boa, de que é muito importante estar com ela todos os dias.

5) Cuidar mais do meu pai, mesmo com a distância, tentar estar mais presente do quê nunca.

6) Ser uma mãe mais atuante, mais brincalhona, mais divertida e mais companheira. Eu sei que hoje eu tenho sido uma mãe presente, mas estou cansada, às vezes me irrito fácil, perco a paciência. Quero rolar na grama, fazer bagunça junto, essas coisinhas...

7) E por último, mas não menos importante, CUIDAR DE MIM! Ficar linda, magra e loira...hahahahah. Afinal depois de tantas atenções eu também mereço, não é????

5 de out de 2010

Rapidinhas...

As comemorações do aniversário esse ano foram simples, apenas um lanche no domingo à tarde pra familia e nada mais... nem amigos mais queridos foram...

Mas parece que como revolta do Universo, fiquei doente no domingo, passei mal o dia todo e nem comi nada do lanche... uma judiação!
______________________________________________________

A vida no subúrbio é dura pra quem tem horário de trabalho de peão, ando correndo como uma doida, não tá dando tempo de olhar no espelho.

O bom de tudo isso é estar mais perto da mamãe e ver meu filho curtir o espaço e o verde que só a vida "no campo" nos dá.
_______________________________________________________

30 de set de 2010

Parabéns para mim!!!!

EBA!!!!
É hoje!!!!!
O dia foi mega corrido e só agora tive tempo de postar...
São 34 primaveras, graças à Deus, muito felizes e cheias de realizações...
Que venham mais tantas!!!!

29 de set de 2010

Tá chegando...

Sigo fazendo mantra pro inferno astral terminar logo, mas confesso que esse ano meu humor pré-aniversário não está dos melhores.

Tomara que tudo realmente mude amanhã...hehehehe (Será?)

Tenho que vir aqui contar as últimas do meu pequeno, mas tô meio sem tempo...

27 de set de 2010

Inferno Astral

Eu tinha percebido que a vida tava me boicotando nessas últimas semanas, em vários (ou seriam todos?) os aspectos as coisas estavam dando errado. Nem me toquei que o meu aniversário estava perto... Mas hoje, recebendo mais uma dose bombástica de baldes de água fria nas minhas idéias, olhei pro calendário e ví que faltam apenas 4 dias para o lindo dia de Setembro em que eu nasci...

É por isso que tudo tá tão truncado, mas espero que mude rápido!!!!

Beijos,

24 de set de 2010

Hoje é sexta-feira...

Nada a ver com a música, já que eu NÃO POSSO tomar uma cerveja nessa sexta (ou em qualquer outra até depois do parto...), mas eu adoro as sextas-feiras:

1) porque não trabalho a tarde...;
2) porque a gente sempre arranja um jeito de dar uma saidinha;
3) porque ficarei 2 dias inteiros com o meu pequeno;
4) porque amanhã vou poder dormir mais...;
5) porque hoje vou almoçar com os amigos na beira do lago, curtindo a brisa do cerrado...

Tem dias que a vida é boa demais!!!!

21 de set de 2010

Era uma vez um divórcio...

Naquela noite, enquanto minha esposa servia o jantar, eu segurei sua mão e disse: "Tenho algo importante para te dizer". Ela se sentou e jantou sem dizer uma palavra. Pude ver sofrimento em seus olhos.

De repente, eu também fiquei sem palavras. No entanto, eu tinha que dizer
a ela o que estava pensando. Eu queria o divórcio. E abordei o assunto
calmamente.

Ela não parecia irritada pelas minhas palavras e simplesmente perguntou em voz baixa: "Por quê?"
Eu evitei respondê-la, o que a deixou muito brava. Ela jogou os talheres longe e gritou "você não é homem!" Naquela noite, nós não conversamos mais. Pude ouví-la chorando. Eu sabia que ela queria um motivo para o fim do nosso casamento.
Mas eu não tinha uma resposta satisfatória para esta pergunta. O meu coração não pertencia a ela mais e sim a Jane. Eu simplesmente não a amava mais, sentia pena dela.

Me sentindo muito culpado, rascunhei um acordo de divórcio, deixando para ela a casa, nosso carro e 30% das ações da minha empresa. 
Ela tomou o papel da minha mão e o rasgou violentamente. A mulher com quem vivi pelos últimos 10 anos se tornou uma estranha para mim. Eu fiquei com dó deste desperdício de tempo e energia, mas eu não voltaria atrás do que disse, pois amava a Jane profundamente. Finalmente ela começou a chorar alto na minha frente, o que já era esperado. Eu me senti libertado enquanto ela chorava. A minha obsessão por divórcio nas últimas semanas finalmente se materializava e o fim estava mais perto agora. 
No dia seguinte, eu cheguei em casa tarde e a encontrei sentada na mesa escrevendo.
Eu não jantei, fui direto para a cama e dormi imediatamente, pois estava cansado depois de ter passado o dia com a Jane.
Quando acordei no meio da noite, ela ainda estava sentada à mesa, escrevendo. Eu a ignorei e voltei a dormir.
Na manhã seguinte, ela me apresentou suas condições: ela não queria nada meu, mas pedia um mês de prazo para conceder o divórcio. Ela pediu que durante os próximos 30 dias a gente tentasse viver juntos de forma mais natural possível. As suas razões eram simples: o nosso filho faria seus exames no próximo mês e precisava de um ambiente propício para prepar-se bem, sem os problemas de ter que lidar com o rompimento de seus pais. Isso me pareceu razoável, mas ela acrescentou algo mais. Ela me lembrou do
momento em que eu a carreguei para dentro da nossa casa no dia em que nos casamos e me pediu que durante os próximos 30 dias eu a carregasse para fora da casa todas as manhãs. Eu então percebi que ela estava completamente louca, mas aceitei sua proposta para não tornar meus próximos dias ainda mais intoleráveis. 
Eu contei para a Jane sobre o pedido da minha esposa e ela riu muito e achou a idéia totalmente absurda. "Ela pensa que impondo condições assim vai mudar alguma coisa; melhor ela encarar a situação e aceitar odivórcio”, disse Jane em tom de gozação.
Minha esposa e eu não tínhamos nenhum contato físico havia muito tempo, então quando eu a carreguei para fora da casa no primeiro dia foi totalmente estranho. Nosso filho nos aplaudiu dizendo "O papai está carregando a mamãe no colo!" Suas palavras me causaram constrangimento. Do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa, eu devo ter caminhado uns 10 metros carregando minha esposa no colo. Ela fechou os olhos e disse baixinho "Não conte para o nosso filho sobre o divórcio" Eu
balancei a cabeça mesmo discordando e então a coloquei no chão assim que atravessamos a porta de entrada da casa. Ela foi pegar o ônibus para trabalho e eu dirigi para o escritório.
No segundo dia, foi mais fácil para nós dois. Ela se apoiou no meu peito, eu senti o cheiro do perfume que ela usava. Eu então percebi que há muito tempo não prestava atenção a essa mulher. Ela certamente tinha envelhecido nestes últimos 10 anos, havia rugas no seu rosto, seu cabelo estava ficando fino e grisalho. O nosso casamento teve muito impacto nela. Por uns segundos, cheguei a pensar no que havia feito para ela estar neste estado.
No quarto dia, quando eu a levantei, senti uma certa intimidade maior com
o corpo dela. Esta mulher havia dedicado 10 anos da vida dela a mim.
No quinto dia, a mesma coisa. Eu não disse nada a Jane, mas ficava a cada dia mais fácil carregá-la do nosso quarto à porta da casa. Talvez meus músculos estejam mais firmes com o exercício, pensei. Certa manhã, ela estava tentando escolher um vestido. Ela experimentou uma série deles mas não conseguia achar um que servisse. Com um suspiro, ela disse "Todos os meus vestidos estão grandes para mim". Eu então percebi
que ela realmente havia emagrecido bastante, daí a facilidade em carregá-la nos últimos dias.
A realidade caiu sobre mim com uma ponta de remorso... Ela carrega tanta dor e tristeza em seu coração... Instintivamente, eu estiquei o braço e toquei seus cabelos.
Nosso filho entrou no quarto neste momento e disse "Pai, está na hora de você carregar a mamãe". Para ele, ver seu pai carregando sua mão todas às manhãs tornou-se parte da rotina da casa. Minha esposa abraçou nosso filho e o segurou em seus braços por alguns longos segundos. Eu tive que sair de perto, temendo mudar de idéia agora que estava tão perto do meu objetivo.
Em seguida, eu a carreguei em meus braços, do quarto para a sala, da sala para a porta de entrada da casa. Sua mão repousava em meu pescoço. Eu a segurei firme contra o meu corpo. Lembrei-me do dia do nosso casamento.
Mas o seu corpo tão magro me deixou triste. No último dia, quando eu a segurei em meus braços, por algum motivo não conseguia mover minhas pernas. Nosso filho já tinha ido para a escola e eu me vi pronunciando estas palavras: "Eu não percebi o quanto perdemos a nossa intimidade com o tempo".
Eu não consegui dirigir para o trabalho.... fui até o meu novo futuro endereço, saí do carro apressadamente, com medo de mudar de idéia...Subi as escadas e bati na porta do quarto. A Jane abriu a porta e eu disse aela "Desculpe, Jane. Eu não quero mais me divorciar".
Ela olhou para mim sem acreditar e tocou na minha testa "Você está com febre?" Eu tirei sua mão da minha testa e repeti "Desculpe, Jane. Eu não vou me divorciar. Meu casamento ficou chato porque nós não soubemos valorizar os pequenos detalhes da nossa vida e não por falta de amor.
Agora eu percebi que desde o dia em que carreguei minha esposa no dia do nosso casamento para nossa casa, eu devo segurá-la até que a morte nos separe.
 A Jane então percebeu que era sério. Me deu um tapa no rosto, bateu a porta na minha cara e pude ouví-la chorando compulsivamente. Eu voltei para o carro e fui trabalhar.
Na loja de flores, no caminho de volta para casa, eu comprei um buquê de rosas para minha esposa. A atendente me perguntou o que eu gostaria de escrever no cartão. Eu sorri e escrevi: "Eu te carregarei em meus braços todas as manhãs até que a morte nos separe". 
Naquela noite, quando cheguei em casa, com um buquê de flores na mão e um
 grande sorriso no rosto, fui direto para o nosso quarto onde encontrei
 minha esposa deitada na cama - morta.
 Minha esposa estava com câncer e vinha se tratando a vários meses, mas eu
 estava muito ocupado com a Jane para perceber que havia algo errado com ela.
Ela sabia que morreria em breve e quis poupar nosso filho dos efeitos de um divórcio - e prolongou a nossa vida juntos proporcionando ao nosso filho a imagem de nós dois juntos toda manhã. Pelo menos aos olhos do meu filho, eu sou um marido carinhoso.
 Os pequenos detalhes de nossa vida são o que realmente contam num relacionamento. Não é a mansão, o carro, as propriedades, o dinheiro no banco. Estes bens criam um ambiente propício a felicidade mas não proporcionam mais do que conforto. Portanto, encontre tempo para ser amigo de sua esposa, faça pequenas coisas um para o outro para mantê-los próximos e íntimos. Tenham um casamento real e feliz!

20 de set de 2010

Sobre a gravidez... (ela ainda está ai???)

Pois é, tanta coisa acontecendo que eu esqueço de contar pra vocês e para todos que tá tudo bem comigo e com a Cecília.

Tirando essa calor insuportável, de sei lá quantos dias sem chover (a Paloma conta 130, eu não conto essas coisas e só espero chuva pro dia do meu aniversário - 30/09!), que tem feito meus pezinhos parecerem bisnaguinhas Seven Boys, estamos super bem!

É claro que o cansaço de grávida é grande e até o Gui já percebeu isso, ele não pede para que eu vá em parquinhos e nem pra jogar "Gol" com ele... essas são tarefas para o pai. Em compensação, na hora de assistir Backyardigans e dormir, a tarefa é toda minha... uma delícia!!!!

A saga da Reforma 5

 FATO 1
Uma semana de obra e eu já arrumei confusão com a única vizinha que não queria confusão!!!!


Mas também, pudera, ela encrencou com o horário das "batidas" e cismou que no horário de almoço não podia quebrar nada. Eu fui lá, olhei nas regras do condomínio e não tem nada disso... Mas ok, pra não brigar, deixei a coisa toda parar na hora do almoço deles...

Depois, disse que não poderíamos ter o duto que leva os entulhos do apartamento para a caçamba, que ficava perigoso e que enchia a casa dela de poeira... Tudo bem, lá fui eu e pedi pra tirarem o duto e levarem tudo nas costas pelos 2 lances de escada.

A terceira e última inovação é que ela não queria a caçamba na frente da janela dela (Oi?? O estacionamento é público!!!) Desse não abri mão, fingi de louca, falei com o síndico e descobri que,

PELO VISTO, A CHATA DO CONDOMÍNIO É ELA E NÃO AS OUTRAS PESSOAS QUE CONVIVEM LÁ!!!

Ai meus sais!!!! Que Nossa Senhora da paciência das mulheres grávidas me proteja até o final dessa obra!!!

FATO 2

Por conta dessa quizumba toda com a vizinha, resolvemos arrebentar a boca do balão, e quebrar logo o banheiro também, afinal só ele iria sobrar...hehehe. Já que ela se incomoda tanto, vamos logo incomodar tudo de uma vez e não ter chateações futuras...

FATO 3

E as surpresas da obra continuam. Primeiro tive que comprar novas soleiras para as portas... R$ 240,00 na lata!
Agora, descobrimos que teremos que mudar a fiação da casa toda... quanto será que vai ser essa brincadeira???

13 de set de 2010

A mudança...

Já imaginaram o quê é fazer uma mudança grávida de 6 meses e um barrigão imenso, com um garotinho de 2 anos mega ansioso e inseguro com as mudanças e com uma empregada nova?????

Vou dizer: ENLOUQUECEDOR!!!!!!!!!

Depois de muitas discussões e observações inteligentes de pessoas próximas, resolvemos contratar uma empresa de mudança e colocar os móveis muitas algumas traquitandas em um depósito.

A mudança começou logo cedo e o Gui ficou mega nervoso com toda a movimentação dos moços da mudança lá em casa, resultado, o pai saiu mais tarde pro trabalho pra descer com ele e deixá-lo mais confortável com a situação. Depois que não dava mais, desci eu e deixei toda a supervisão do "empacotamento" nas mãos da empregada nova...Resultado: brinquedos, bolsas e outras coisinhas mais que eram para ir ao depósito naõ foram, foram enviado pra casa da minha mãe, junto com malas e outras coisas que deveriam ter ido parar no depósito...

Desde quinta-feira estamos na casa da minha mãe, meio que acampados e morando longe (ela mora num bairro mais afastado, longe do Plano Piloto de Brasília), o quê dá uma preguiça danada de sair de casa, por essas e por outras o final de semana foi totalmente recluso, ficamos realmente em casa, deixando o pequeno curtir o gramado, os cachorros e o espaço.

Depois de passar 2 dias sem conseguir me mexer de tanta dor no tal do nervo ciático, hoje eu consegui vir trabalhar, num esquema punk e corrido, mas pelo menos viva.

A reforma??? Começou enfim! Na sexta já tiramos uma das portas das varandas e um armário, hoje começou a quebradeira total, entreguei as chaves à engenheira e passei algumas orientações... Agora é nos preocuparmos com a compra dos azuleijos e demais peças do banheiro novo, tintas e decorações... Tomara que a Ciça não resolva nascer antes da hora e que possa voltar do hospital diretamente pra casa!

1 de set de 2010

Menininha ou meninona???

Ontem estive no médico e graças à Deus tudo corre muito bem conosco!

A Cecília já está com 890 gramas e com 29 centímetros, como o irmão, está com peso e tamanho de uma semana na frente. Com isso, minhas esperanças de ter uma menininha mingnon foram por água abaixo, ela realmente vai puxar o pai!!! O bom é que com isso, a pequena na familia serei eu mesma....hahahahaha

Dessa vez o Gui foi conosco e apesar do medo inicial do médico (porque desde o braço quebrado ele tem medo de tudo que é médico!) adorou a possibilidade de ver o barrigão da mamãe ganhando um tantão de gel e de ouvir o coraçõazinho da irmãzinha também...

A boa notícia também é que até agora engordei menos de 2 quilos... Ou seja, talvez termine essa gravidez pesando menos que terminei a gravidez do Gui...

A saga da Reforma 4

Começamos a empacotar as coisas. Eu não imaginava que tinha tanta coisa guardada enfiada nos armários... Tá dando um desespero sem fim o número de caixas que já temos e não guardei nem a metade das coisas.

Até o feriado pretendo tirar tudo dos armários e pelo menos guardá-los em malas/caixas/sacos ou dar...

Aliás, fazer mudanças é uma ótima forma de renovar as energias da casa, né! Eu particularmente adoro dar e jogar coisas fora, adoro coisas novas... Pena que a grana não permite que eu faça isso sempre!

30 de ago de 2010

Final de semana agitado...

Tem finais de semana em que não dá tempo nem de esquentar o lugar na cama, tamanha é a quantidade de "eventos sociais" que nós temos.

Sexta a tarde eu fui visitar uma amiga que se recupera de uma cirurgia, saindo de lá fui comprar umas caixas pra minha mudança. Depois de buscar o pequeno na escola ele quis ir buscar o pai no trabalho e rumamos, eu e ele, para a porta do serviço do meu marido, para esperá-lo.

Nesse meio tempo, uma amiga chamou para irmos ao Outback, rumamos de lá direto para o restaurante. Achei que o pequeno fosse dar um pouco de trabalho, já que está no momento "comer pra quê". Mas que nada, comeu picanha com batata frita (a única coisa que não tem pimenta naquele restaurante), brincou com meus amigos, bebeu água de canudinho e dormiu no meu colo sem dar a menor dor de cabeça. Saimos de lá, lá pela meia-noite e o pequeno dormiu a noite toda até as 8 da manhã (momento de comemoração!!!)

No sábado acordamos as 8 e, enquanto o papai foi para a aula de baixo, fomos para uma festinha na escola da filha da Madrinha do Gui. Uma curtição geral, era uma festa com muitos brinquedos, músicas e uma mesa de frutas maravilhosa. Meu pequeno tomou 2 copinhos de salada de frutas e nem reclamou... Mais como a seca está e estava muito forte, lá pelas 11h30 decidimos voltar pra casa da minha comadre.

Almoçamos por lá, esperamos o pequeno dormir e seguimos para o segundo evento do dia, na casa dos meus sogros, onde eles recebiam um primo que veio do Rio com a Familia toda!

Esse primo, que é também padrinho do meu marido, deu para os pequenos (Gui e o sobrinho Gabri) duas motos elétricas. Tudo bem, presentão, mas que eu sinceramente não daria para o meu filho, pois não gostamos de coisas que estimulam a preguiça... Mas os pequenos amaram e foram dormir lá pelas 10 da noite, quase que agarrados às motos, que nessa altura do campeonato nem tinham sido carregadas...

Domingo foi mais um dia para o pequeno curtir a moto e ficamos na casa dos meus sogros até as 7 da noite. O cansaço era tanto, que antes mesmo de sairmos no portão com o carro o pequeno já estava dormindo na cadeirinha, e isso foi até hoje de manhã.

Ufa! Cansei até de contar...

27 de ago de 2010

Adaptações

A terceira semana de aula seguiu tranquila, um chororô na hora da entrada, mas o pequeno ficou bem todos os dias.

A minha rotina está uma loucura, e a semana foi especialmente pesada pois a colega que divide o trabalho comigo esteve fora em treinamento. Mas eu (e o resto do povo que precisava de mim depois das 5:40h da tarde) vou me adaptando...

A nova empregada começou na segunda, ainda não sei se vai ficar, tenho dúvidas da interação dela com o pequeno... no resto, só vai dar pra saber depois que a outra for embora, mas já estou gostando do fato dela chegar mais cedo, pelo menos.

Beijos e bom final de semana!!!!

25 de ago de 2010

Rotina... e os arroubos hormonais de uma grávida

Nove e meia da manhã e eu já lí todo o Reader, já entrei no Twitter e até já liberei os trabalhos pendentes do dia de ontem...

A rotina por aqui tá dura, acordo as 7, as 8 já saí de casa, trabalho duro até 12:30, almoço correndo, vou levar menino na escola (que demora o tempo de conseguir deixá-lo com a professora sem sofrer muito...), volto correndo pro trabalho, mais correria até as 17:40, volto pra escola pra buscar menino...

E ai eu chego em casa e ela té cheirando a pano sujo??? Sinceramente não dá, joguei todos os panos de chão no lixo e um sem número de buchas de lavar banheiro fora, perfex e paninhos afins também foram pro além...

Hoje já comecei o dia olhando pra empregada e dizendo que quero minha casa com cheiro de limpeza...

23 de ago de 2010

A primeira semana de aula e a NÃO adaptação do pequeno...

Queria muito vir aqui e escrever para todos e todas, orgulhosamente que a minha cria entrou na escola, me deu tchau e entrou para sua salinha feliz da vida, deixando uma mãe muito contente e despreocupada!

Infelizmente, não foi isso que aconteceu por aqui.

No final de semana retrasado, decidimos, diante de tantas "intempéries", realmente colocar o pequeno na escola, achando que isso seria a melhor das mil mudanças de rotina que vem pela frente... Na segunda-feira liguei para a escola escolhida para saber os procedimentos de matrícula e tals... Não é que para minha surpresa a moça da secretaria me disse que a matrícula poderia ser feita online e que ele deveria já ir naquele dia mesmo para o início da adaptação.

Corri em casa, botei umas coisas na mochila e segui com o pequeno para a escola. E esse foi um dos piores momentos da minha vida como mãe. Não, não porque ele está crescendo e vi que um novo ciclo começou na vida dele, mas por ver o quanto meu pequeno é dependente de nós e o quanto ele sofreu com essa "separação" forçada.

No primeiro dia foram apenas 2 horas, as quais passei integralmente na secretaria da escola, alternando momentos de esperança e de choro, com a (não)ajuda do marido. Peguei-o às 16 horas, soluçando de tanto chorar. Passei o resto do dia e da noite grudada nele, enchendo meu pequeno de amor.

Os três dias que seguiram foram assim, muito choro na hora da entrada e momentos de alternância de choros e distrações. Pelo menos não tive que pegá-lo antes do horário combinado com a professora nenhum dia e já na quinta-feira ele ficou todo o tempo regulamentar de aula.

Na sexta-feira nem teve choro na hora da entrada e consegui fazer outras coisas na minha tarde sem tanto sofrimento.

A segunda semana foi bem mais tranquila e quase não teve choro, tirando a segunda-feira, que só consegui chegar na escola às 18:25, encontrando o meu pequeno já na sala do plantão e novamente soluçando. Mais uma vez me senti a pior das mães do mundo e amaldiçoei mil vezes o meu emprego e meu horário nada flexível.

Resultado de tudo isso, é uma mãe acordando todo dia às 7 horas da manhã para sair de casa as 8 e assim poder literalmente fugir do trabalho às 5;40 (faça chuva ou sol) e voar até a escola para pegá-lo ainda dentro da salinha.

Esta semana pedi uma reunião com a professora, para acertar arestas e contar pra ela como é um pouco do meu pequeno. Assim quem sabe conseguimos trabalhar juntas nas questões de NÃO SOCIALIZAÇÃO dele, que me preocupam bastante.

Ah, e como está Cecília nisso tudo?? Esse bebê realmente já vem pra me ajudar com tudo, pois com todo o nervoso que passei nessas últimas semanas, ela nem se abalou e está super boazinha aqui dentro.

5 de ago de 2010

Mais uma assombração me aparece...

Estou a alguns dias tentando vir aqui, mas são tantos acontecimentos que não tá dando tempo de formular texto pra contar tudo.

O marido voltou, e apesar de não ter trazido NADA de roupinhas para o Gui e para a Cecília (assunto pra outro post), foi um alívio e tanto ele estar de volta. Claro que depois de uma semana bem tensa, eu chorei horrores e dormi horrores aliviada com a volta dele... Sabe aquilo tudo que fica guardado e que a gente só solta quando vê alguém em quem confia? Pois é, foi assim que rolou!

Ontem fui surpreendida pelo pedido de demissão da minha empregada.

Ela está comigo desde antes do Gui nascer, mas vem já há pelo menos 6 meses não me agradando muito nas coisas que faz. Em dezembro (quando eu também estava sem babá!) me disse que iria embora porque precisava de dinheiro, eu então fiz uma contra-proposta e ela aceitou: passou a trabalhar aos sábados só de 15 em 15 dias e ainda levou um aumento. Mas depois da saída da babá eu notei que o clima estava diferente, achei que fosse pelo excesso de trabalho (apesar de ter colocado uma faxineira toda semana) por ter que ficar com o Gui. Mas na verdade já imaginava que ela não ficaria muito mais tempo.

O papo foi o mesmo da outra vez, falta de dinheiro, mas dessa vez eu não fiz contra-proposta e ela resolveu ir embora. Não vou dizer que estou abalada, estou sim, eu gosto dela como pessoa, gosto do carinho que ela tem pelo meu filho, mas infelizmente não dá pra seguir dando aumento de 6 em 6 meses. Além disso, com a chegada da Cecília precisarei de alguém que vá todos os sábados e que possa dormir pelo menos uma vez por semana.

Mas em tudo isso, o quê me deixa mais triste é que ai vem mais uma mudança na vida do meu filho, que já está muito abalado com todas as mudanças que já aconteceram. Estou preocupada, pois ainda tem a reforma, a mudança pra casa da minha mãe, o nascimento da Ciça. Estou péssima com a constatação de que o "caos" foi instalado no mundinho do meu pequeno.

Resultado de tudo isso é que resolvemos colocá-lo numa escola agora em Agosto mesmo (é, mais uma mudança!), para tentar minimizar a dependência de empregadas/babás lá em casa. Pelo menos até a Ciça nascer, terei um tempo de folga...

No meio de tudo isso, fico pensando porque nós mulheres não temos o direito a uma (ou várias) licença para "resolver a vida em casa", porque o quê menos importa no momento é o trabalho.

2 de ago de 2010

E vamos começar uma nova semana...

Toda semana eu recebo um boletim astrológioco, que quase nunca consigo ler por conta da correria do dia-a-dia, mas hoje eu resolvi olhar... e olha só o quê o Tarot veio me dizer:


identificando a negatividade

O 8 de Copas surge como posição de aconselhamento neste momento de sua vida, Flávia. A mensagem deste arcano é muito clara: identifique as coisas, pessoas, hábitos ou situações que não lhe servem mais e gentilmente se despeça de tudo isso. Esta é a hora de separar o joio do trigo, de encarar a necessidade de abrir mão de todas as coisas as quais você se apega, mas que não fazem mais sentido. Pode ser um processo doloroso, mas você entenderá como se trata de algo necessário. Confie! Deixe o tempo passar, ele cura todas as feridas. O que não vale é ficar se lamentando aos quatro ventos, pois isso lhe tornará alguém pouco atrativo, com quem as pessoas não desejam estar. Lembre-se que a pérola, como dizem os poetas, nasce do sofrimento da ostra. Neste momento, talvez seja bastante útil observar o sofrimento dos outros, a fim de que você perceba que há outras pessoas com dores muito mais sérias do que as suas. Quando cuidamos da dor do outro, o nosso próprio sofrimento parece se aquietar.

Conselho: Vá além de sua própria dor. Supere-a!

Tão a cara dos dias de hoje...

30 de jul de 2010

Freaking out

Depois de uma tentativa histérica de dar comida para meu pequeno ontem, com direito a choros, engasgos, vômitos e toda sorte de desespero que pode acontecer com uma mãe grávida, sem marido em casa, e com um menino entediado... ESTOU ME SENTINDO A PIOR DAS MÃES DO MUNDO!!!

Eu sei que eu tenho que ficar calma, que eu tô grávida e o escambau a quatro... mas então: Manda o mundo parar!!!! Porque a semana foi tensa, com mil problemas profissionais, com mil questionamentos na minha cabeça sobre o quê fazer da minha vida, e ainda com as questões de culpa que toda mãe carrega quando sai pra trabalhar e o filho fica aos prantos em casa... Dureza total!!!

Tô me sentindo péssima pelo que fiz meu filho passar ontem, já me prometi que não vou obrigá-lo a comer nenhuma colher de comida NUNCA MAIS. E que vou tentar ser uma pessoa menos histérica e neurótica... Vamos ver se eu vou conseguir...

27 de jul de 2010

E viva Las Vegas!!!

O marido viajou ontem a trabalho para Las Vegas... Tirei a tarde para levá-lo ao Aeroporto e ajudá-lo com os preparativos da viagem.

As únicas recomendações foram "não volte casado de lá" e "what happens in Vegas, stays in Vegas"!!!! Hahahahahahahahaha

Depois que embarcamos o papai e vimos os aviões decolarem (um dos programas que eu mais amava quando era pequena!), eu e o Gui fomos ao Shopping. É aquela coisa, já que a tarde era de folga, vamos fazer a exposição da figura!!!!!

Aluguei um daqueles carrinhos com volante e personages do shopping e andei quase 2 horas com meu filhote pelos corredores da perdição... não resisti e comprei 2 sapatos, todos os dois para a gravidez (= baixinhos), porque os últimos que comprei foram na gravidez do Gui e já estava acabados. Lanchamos por lá e voltamos pra casa com um rapazinho exausto e dormindo no carro.

A noite foi bem triste, toda hora que o pequeno ouvia um barulho de chave falava que era o papai, e eu tinha que explicar da viagem e coisa e tal... Foi dormir quase às 11 da noite, me deixando exausta!

O marido só volta na próxima terça-feira, até lá vou me desdobrando para conseguir dar toda a atenção que o pequeno merece... Que convenhamos, com o barrigão (que com 5 meses já está gigante!) não é muito fácil dar!!!

22 de jul de 2010

A saga da Reforma 3

Fechamos a data de início da reforma (porque o final só Deus sabe, né!), a partir de 08 de Setembro o apartamento tem que estar liberado para a quebradeira.

Agora tenho um mês (e uma barriga desanimadora) para arrumar tudo, fazer uma limpa nos armários, ver o quê fica e o quê vai embora, descobrir onde deixar as coisas "grandes" e onde colocarei todas as pequenas...

Deus me proteja de tudo isso!!!!

21 de jul de 2010

Aftas e afins

Guilherme tem uma afta na bochecha desde segunda-feira à noite. E isso está literalmente me tirando o sono!


Ele não quer comer, não quer dormir e está MUUUUUIIIIIITTTTTTOOOO CHORÃO.

Nessas horas eu rezo mil vezes pra Nossa Senhora da Maternidade pra me dar muita paciência, principalmente nesse momento gravidez, em que isso já é tão escasso. Tô até pensando em tirar um dia de férias e ficar em casa com ele pra ver se a coisa fica um pouquinho melhor.

___________________________________________________________

Enquanto isso, a Cecília começa a mostrar seus bracinhos e perninhas e sapateia insistentemente sobre a minha bexiga....

20 de jul de 2010

A saga da Reforma 2

Mais dois orçamentos... a reforma começa a ficar mais factível!!!!

Agora é ver como pagar e mandar começar a quebradeira...

12 de jul de 2010

A saga da Reforma 1

Desde a semana passada estou em contato com vários "mestres-de-obras" e empresas de construção para tentar conseguir o orçamento para a nossa obra...

Sim, com a vinda da Cecília a casa tem que ser preparada, afinal o cafofo é pequeno e não temos espaço para uma segunda criança (ou seria para uma segunda cama???).

A minha prima fofa, que acabou de se formar arquiteta fez pra mim um projeto lindo, transformando o apzim de 2 quartos em 3 quartos... Mas isso só é possível porque na verdade compramos um varandão com direito à um apartamentinho...haheheheheheh.

Mas entendam, eu NUNCA fiz obra na minha vida! A minha mãe construiu a casa dela, mas eu já era moça independente e não morava mais com ela, não participei de nada. Essa coisa de lidar com peão e projetos é o ó, galera!!!! Estou apanhando até. O primeiro orçamento chegou hoje, num valor TOTALMENTE fora da real... ou pelo menos da MINHA REAL...

Tô quase pensando em fazer eu mesma essa coisa de quebrar parede e colocar piso... não deve ser muito dificil, né???

8 de jul de 2010

O laço rosa


Pois é, desde terça-feira à noite este é o novo adereço da casa!!!!
SIIIIMMMMMMM... vem ai uma menininha para alegrar ainda mais a nossa casa e fazer companhia ao Gui.
E o nome, ah, a gente está pensando em Cecília, por causa das fofurices dessa aqui ó!!!

5 de jul de 2010

E a gente vai levando...

Estou me dando férias de resolver todos os pepinos que se apresentam pra mim diariamente...

Estamos nos virando com a ajuda da minha irmãzinha, de férias da Faculdade, e com a sogra nos cuidados ao Gui depois que a empregada vai embora e antes de nós chegarmos do trabalho.

Estou lentamente pensando nos próximos passos para a reforma e nas tantas tranqueiras que ainda faltam ser compradas...

Estou lentamente procurando opções de escolas para o Gui, sendo que nenhuma, nenhuminha mesmo me agrada 100%...

Assim, eu vou levando a vida, do alto das minhas 17 semanas de gestação, mais cansada que nunca, ainda enjoada e agora sendo obrigada a usar as terríveis Meias Kendall. Eu vou levando...

28 de jun de 2010

Meu mundo caiu...

Brincadeira... mas confesso que estou perdidinha da Silva!!!

Quinta-feira à noite, ao chegar em casa, sou surpreendida pela notícia da babá do pequeno de que vai embora, e que já na sexta não volta mais...

Tudo bem, eu realmente não poderia pagá-la o quê o suposto empregador pagará, já está dificil pagar o tanto que pago (imagina só mais R$ 300,00!!!!); tudo bem que ela é sozinha e tem mais é que cuidar de si e das crias; mas custava pelo menos me dar uma semaninha que fosse de Aviso Prévio???

Essa falta de comprometimento do empregado doméstico é que acaba comigo, porque euzinha, se quiser sair do meu empreguinho, tenho que avisar com muita antecedência, mas elas, viram as costas e vão se embora sem nem pensar na gente... sem nem pensar nos pequenos que se apegam e tals...

Eu chorei, me descabelei e estou com um piriri arretado desde a notícia, não sei ainda como eu vou fazer porque eu NÃO SAIO DO TRABALHO ÀS 17HS, saio às 18H30 e não sei o quê fazer com o Guigui nessas duas horinhas que me restam. A empregada não pode ficar, está estudando e não pode ficar até as 19Hs...

Alguém tem alguma sugestão?????????

23 de jun de 2010

Hoje são 23!!!! É o dia dele!!!


Ha 2 anos minha vida mudou pra sempre! Uma alegria invadiu a minha rotina e tudo que eu vi, senti, comi, cheirei, mudaram completamente.

Hoje o meu pequeno faz 2 aninhos, esse ano não vai ter festão, mas vai ter bolo e brigadeiro porque toda criança merece.

Meu filho querido, mamãe te ama, te adora e deseja tudo de melhor nesse mundo pra você hoje e sempre!!!!

Um grande beijo!

22 de jun de 2010

Desejos de Grávida

Na gravidez do Guilherme só tive vontade de comer coisas suculentas: abacaxi, manga... essas coisas muito molhadinhas.

Nessa gravidez, o desejo por doces não sumiu com a chegada dos enjôos e apesar da mexerica ter sido a campeã de vontades até agora (chego a babar só de pensar numa mexirica bem geladinha!) tenho tido tanta vontade de comer brigadeiro que estou preocupada!

O peso anda bem, nas duas primeiras consultas com o Obstetra eu emagreci e poderia muito ficar assim até o bebê nascer, mas eu sei que isso não vai ser real... mas sonhar não custa nada!

21 de jun de 2010

A relação maternidade e Copas do Mundo...

Pois é, fomos ontem assistir ao jogo do Brasil na casa de uma amiga. A festa foi animada, duas TVs ligadas, churrasquinho e cervejinha rolando (ok, não pra mim, né!) muita empolgação.

O único problema é que a casa tinha piscina e que esta não era protegida. Isso resultou numa mãe neurótica envolta de uma criança boazinha (ele nem pensava em chegar perto da piscina, tadinho!) e um jogo NÃO ASSISTIDO.

Passamos todo o primeiro tempo, sentados à beira da piscina, com os pés dentro d'água, enquanto todos gritava e brigavam com a televisão. A única participação era na hora dos gols, que o pequeno comemorava junto com a galera como se fosse gente grande.

O segundo tempo foi dedicado ao jogo de bola, mas não ao da TV e sim da bola de plástico que as "amiguinhas" do pequeno gentilmente cederam a ele e ai, até de costas para a transmissão televisiva nós ficamos...


Se me contassem anos atrás que eu faria isso e que não ficaria nem um pouco revoltada, eu não iria acreditar, mas agora...hehehehe... foi tudo diversão!!!!

17 de jun de 2010

Trabalho desperdiçado

Há 4 meses venho trabalhando na realização de uma pesquisa na KGB, um trabalhão danado, editais, seleção, fotos, viagens, textos, revisões...Tudo a na maior correria pra que a publicação com o resultado da pesquisa saisse ainda antes do "período eleitoral", onde nada pode ter a marca do Governo.

Hoje, faltando apenas 10 dias para o lançamento do maldito, recebemos uma ligação cancelando a publicação... Não tem nada pior que ver o trabalho da gente desperdiçado...

Dai eu pergunto mais uma vez: O quê que eu estou fazendo aqui mesmo????

Descontrole hormonal do sono

Ok, tem dias que eu durmo 12 horas numa noite, tem noites que eu durmo muito, muito mal mesmo indo dormir às 9, junto com o pimpolho.

Mas ontem, ontem eu dormi fazendo o Gui dormir, acordei as 10 com um cheirinho bom de sopa sendo feita pelo maridão pra mim... e depois de uma sessão descontrolada de "Lendas da Paixão" fui dormir às 02:30 da manhã!!!!!

Quem aguenta esse descontrole???

14 de jun de 2010

Preparativos para o 2º aniversário


Daqui a uma semana meu pequeno faz 2 aninhos, e diferente do ano passado, não faremos festa pra ele. Bom, não faremos festa grande e cheia de gente, mas é claro que um bolinho e um brigadeiro lógico que vai ter!

É que este ano, com a chegada do novo bebê, as despesas serão muito grandes: é parto, obra, novas coisinhas para o bebê... tudo até dezembro. Daí decidimos não fazer nada assim grandioso, decidimos fazer uma festinha como nos velhos tempos, como na época dos meus aniversários.

Então será assim, balões e decoração comprados na FESTA EXPRESS, no tema Carros, que é tudo que o meu pequenino mais gosta. Uma dezena de convidados entre vóvós, tios e primos e só... Um bolo de chocolate bem gostoso e brigadeiros para enfeitar a festa!!!!

Ava e a Copa

Essa é minha primeira Copa "mãe" e está sendo tudo tão estranho...

Primeiro porque agora não dá pra pensar em beber até cair (quê isso??? Logo um tipo como tú???) junto dos amigos depois do jogo acabar (Ganhando ou perdendo, tudo era pretexto pra beber!);

Segundo, porque é estranho a bessa passar a euforia (e olha que ela nem tá tanta assim) pro pequeno e fazê-lo sentir-se "pátria de chuteiras", mesmo ele sendo vidrado em JOGAR FUTEBOL (não assistir, tá cara-pálida!);

Os horários dos jogos até que facilitam, né, porque na maioria das vezes ele vai estar acordado, mas o horário de trabalho vai ser ruim: no primeiro jogo serei liberada às 14 hs, mas na sexta, que eu só trabalho até as 14hs terei que trabalhar o dia todo; o segundo jogo é no domingo, não conta; e, no terceiro jogo, teremos que assistir da KGB mesmo, pois não vão nos liberar... Que droga!

10 de jun de 2010

De volta ao ritmo normal

Pois é, de uns tempos pra cá, mais específicamente desde que voltei de licença maternidade, atualizar o blog do computador trabalho era tarefa quase impossível devido à um probleminha no Internet Explorer. Daí eu ficava tendo que acessar de casa, de noitão, depois que o Gui dormia, o quê quase nunca rola, porque eu capoto junto!

Hoje, depois de milhões de súplicas ao setor de informática da KGB, consegui que instalassem o Fire Fox na minha máquina e eu voltei ao mundo das pessoas que consegue digitar um texto em tempo real e que não precisa apertar trocentas vezes cada tecla para a letra aparecer...

Agora quem sabe eu consigo fazer posts mais frequentes...

Lisboa com Crianças...

Vamos ver se consigo contar pra vocês como foi a nossa viagem em detalhes:

Chegamos na cidade bem no inicio do caos aéreo causado pelo vulcão, mas como já tinhamos 2 dias de hospedagem programados para a cidade, não nos preocupamos de imediato com o problema dos aviões e com a bendita nuvem.

A chegada foi de manhã bem cedo, o quê em principio nos causaria um problema de logística com o hotel, já que o check in seria só a partir das 14 horas. Mas com uma simples ligação para o hotel  tudo se resolveu. Aliás, a maioria dos "probleminhas" em terras lusitanas foram resolvidos assim, com uma conversa e com o jeitinho, que acho que herdamos dos patrícios.

Lisboa é uma cidade considerada pequena, em poucos dias você consegue conhecer as principais atrações da cidade. O nosso hotel era mais perto do aeroporto que do centro histórico de Lisboa, o quê dificultou um pouco o nosso deslocamento, íamos sempre de taxi pra o centro ou outra atração turistica da cidade e por lá passeávamos a pé, sempre com o carrinho do Gui a tira-colo.

Aliás, mesmo com 2 anos, o carrinho do Gui foi essencial nessa viagem, e até virou uma diversão pra ele, sozinho subia e descia do carrinho e em momentos entediantes brincava de empurrá-lo.

Depois de nos instalarmos, fomos procurar um lugar para almoçar, o taxista nos levou direto ao Rossio, a parte baixa da cidade velha, que tem muito comércio e os restaurantes "pega turista". Almoçamos em um indicado pelo nosso guia, mas as opções de comida não foram as melhores, afinal, a alimentação em Lisboa é essencialmente, peixe, bacalhau e frutos do mar, itens que ou não tinhamos dado ao pequeno ou que oferecemos poucas vezes. Acabamos pedindo o outro prato tradicional da cidade (mas não gostoso) que é o "Bife à Cavalo" (não é esse o nome, mas esqueci agora como é) e que virou a refeição da familia para que o Guigui pudesse comer bem.

Com um mapa na mão, depois do almoço passeamos pelas ruelas tradicionais do Rossio até que a chuva nos pegou e resolvemos voltar para o Hotel.

A noite tentamos achar outro restaurante legal para jantar, mas o jet leg não nos deixou sair do hotel. Jantamos lá mesmo.

Para se viajar com criança tem que se ter em mente que o rítmo não é aquel de turista profissional, fizemos tudo no tempo do Guilherme, tanto que acordávamos tarde e na maioria dos dias saímos do hotel para passear lá pelo meio dia e o primeiro programa era sempre almoçar.

No dia seguinte fomos conhecer a Torre de Belém e o Monumento aos Descobridores mas como o frio estava muito, ficar por lá foi bem penoso para todos, principalmente para o pequeno. Porém, em momento nenhum ele reclamou. Fizemos a distância de um monumento até outro à pé (não tenho idéia de quilometragem, mas era longinho). E por eu já estar muito cansada e ser quase 6 da tarde, optamos por não entrar no Mosteiro dos Jerônimos e nem comer o famoso pastél de nata.

Mais uma vez não conseguimos sair para jantar porque o pequeno capotou depois do banho no hotel.

O dia seguinte foi dedicado ao Oceanário de Lisboa e ao Parque da EXPO 98, a única atração que eu tinha pesquisado na internet e que tinha vontade de conhecer realmente. E valeu muito a pena, o local é totalmente diferente do resto da cidade. Um programa muito legal para todas as idades e totalmente voltado para as crianças, com muito espaço e muito interessante.

Passamos a manhã no Oceanário e a tarde fomos passeando e conhendo o Parque da EXPO 98, lá tinha gramado, bicicletas para alugar, teleférico e até shopping center. Voltamos pro hotel totalmente exaustos e felizes.

Na primeira noite que saímos, fomos nos encontrar com Emilia e o Iuri, nosso amigos brasilienses que moram em terras portuguesas. Jantamos num restaurantezinho modesto mas muito gostoso ao lado da casa dela e batemos um papo legal até o cansaço baixar no lombo.

Depois de 3 dias em Lisboa tivemos a confirmação que o nosso vôo para Paris (próximo destino) tinha sido cancelado e começamos uma saga atrás de informações e possibilidades de seguir viagem. Fomos ao Aeroporto, que estava impraticável e à estação de trem, que tinha uma fila extratosférica. Ligamos para os amigos em Roma e avaliamos que o melhor a fazer seria abortar uma parte da viagem e seguir para onde tínhamos pouso garantido.

Só conseguimos passagem de avião para dois dias depois, então, fomos passear em Cintra, uma experiência das mais emocionantes para o nosso pequeno que curtiu cada momento da sua primeira viagem de trem até lá. Cintra tem Palácios para visitação além de igrejas e a própria cidadezinha. Visitamos o Palácio da Pena, desistimos do Castelo dos Mouros e almoçamos em um restaurante gostosinho no centrinho de Cintra. O Gui dormiu no carrinho, como fazia todas as tardes, enquanto nós almoçávamos e acordou pronto para a viagem de volta.

No último dia de Lisboa, voltamos ao Shopping, passeamos um pouco mais pelos pontos turisticos tradicionais e jantamos novamente com a Emilia, agora no Bairro Alto, que tem restaurantes bem mais legaizinhos que o Rossio.

Bom, depois eu volto mais com as histórias detalhadas de Roma.

4 de jun de 2010

E a primeira fase não passa...

 Tanta coisa pra escrever, tanta coisa pra contar pra vocês... mas eu tinha esquecido que a primeira fase da gravidez pra mim é sempre terrível... um cansaço, uma indisposição sem fim. Não tenho vontade de fazer nada, nem de falar... minha única vontade é de ficar bem quietinha, deitada na cama.

Ok, eu sei, gravidez não é doença, mas esse começo, com os enjôos que me acompanham, acabam comigo.

Agora mesmo, tenho que ir ao supermercado, tenho muitas e muitas coisas pra comprar, a casa tá simplesmente no vácuo, mas estou caçando energias pra conseguir sair do sofá.

Tinha um lanche combinado com as amigas, também estou muito desanimada, ai, credo!!!!

Vou alí dar uma descansada e ver se acordo com mais disposição.

Beijocas!

30 de mai de 2010

Novidades no ar...

Os últimos 2 meses foram de muitas esperas, muita apreensão e muito enjôo...

Pois é, alguns já sabem, a família aumentou, em Dezembro teremos mais um bebêzinho na nossa casa. É claro que estou feliz, muito feliz, mas é claro também que fiquei muito assustada, afinal planejava sim o segundo filho, mas planejava pra mais tarde... Mas como no assunto filhos o planejamento não é o meu forte, estamos ai, mais uma vez muito enjoada e já na 12ª semana de gestação.

Ainda não contei no trabalho, estou esperando o momento certo, que creio será nessa semana que começa.

Agora faltam muitos preparativos, como a reforma do apartamento que deverá ser feita até o final do ano... ai minha Santa Edwinges!!!!

Na próxima semana faremos uma ecografia para saber se é menina ou menino... enquanto isso, aceito as sugestões de nomes.

25 de mai de 2010

Bahia Timing

Estou em Salvador desde sábado trabalhando em uma conferência internacional de juventude... tenho trabalhado como doida, afinal juntar o timing baiano (desculpem as amigas baianas... mas é a real) e o timing do governo é extremamente stressante para quem precisa que tudo funcione à tempo e à hora...

Na quarta a noite volto pra casa para cuidar de dois mocinhos gripadinhos e carentes...

As coisas boas de estar aqui: poder dormir toda a noite sem precisar acordar nenhuma vez!!!!!! Fora isso é só saudade e cansaço!!!!!

Beijos a todas.

20 de mai de 2010

Um post pra outro dia...

Queridas amigas, eu prometo que publicarei um post bem cheio de detalhes de como é viajar pra Roma com crianças, mas estou hiper atolada de coisas organizando um evento dos infernos, indo viajar no sábado à noite e deixando marido e filho pra trás.

Além disso, a implicancia com o blog continua por aqui e tudo que eu faço é sinal de desagrado do lado de lá da sala que, sem nem imaginar o quanto me irrita, assiste a Copa Libertadores da América desde as 8 da noite! (Ah, nenhum time é o dele, tá!)

Posto com mais calma lá de Salvador se o evento deixar!

Beijos,

16 de mai de 2010

Não basta ser pobre, tem que ter um vulcão no Feriado...

De volta à Nave Mãe!!!!!

Pois é, chegamos quinta-feira passada às 05h30 e claro ficamos uma semana mortos com o Jet Leg...

Bom, tenho muitas, muitas coisas pra contar, tantas que nem sei por onde começar....

Pelo começo:

Férias planejadas, bilhetes aéreos, de trem, hotéis e tours pagos... Mas... um certo vulcão da Islândia (alguém sabe onde fica???) resolveu entrar em erupção e esculhambar com todos os nossos planos...

Chegamos em Lisboa e já na chegada a nuvem de poeira começou a nos perseguir... Tinhamos planejado ficar 3 dias em Lisboa e depois rumar para Paris, porém, uma prima que estava indo no mesmo vôo para Paris, ficou presa na cidade e só conseguiu sair de lá 3 dias depois, de trem, numa viagem que durou nada menos que 30 horas... Totalmente inviável para nós, que estávamos com um rapazinho de apenas 1 ano e 9 meses.

Passeamos por Lisboa, fomos a Sintra e passeamos denovo por Lisboa. Descobrimos que o número de dias que tinhamos programado para a cidade era mais do que suficiente se não pensássemos em ir a outras cidades do país, e viagens de mais de um dia para nós era impossível, abortamos qualquer possibilidade de ir ao Porto ou outra cidadezinha mais charmosa que Lisboa.

Depois de passarmos um dia inteiro tentando encontrar uma saída de Portugal, com filas quilométricas no aeroporto e filas maiores ainda nas estações de trem. Decidimos abortar nossa ida a Paris e Frankfurt e compramos (pela Internet!) uma passagem para Roma.  Afinal, se era para ficarmos presos, que pelo menos fosse com amigos por perto e não pagando hotel em Euros!!!!

O saldo foram 5 dias em Lisboa e 15 em Roma, para desespero dos nossos anfitriões e para nossa salvação.

A viagem correu absolutamente normal, com nosso pequeno se mostrando um ótimo companheirinho de viagem, andamos muito, visitamos muitas coisas, mas claro, sem aquela loucura de turista mochilão na Europa. Era tudo no tempo dele!

Também tiveram dias ruins, com nosso pequeno ficando doente com uma misteriosa febre alta e com uma mãe se martirizando por ter esquecido a santa Novalgina. Mas graças ao insubstituível pediatra, todos ficaram bem e depois de 72 horas de febre tudo foi embora como havia chegado... misteriosamente. Pudemos voltar às nossas andanças e às 2000 mil fotos tiradas pelo marido em sua encarnação japa!

Roma é tudo de mais lindo nesse mundo e a comida italiana é sim, a melhor que eu já comi, mas acho que sou pobre também nessas coisas, depois de alguns dias comendo muito presunto cru e milhões de variedades de queijos que a gente nem imagina por aqui, meu organismo pediu insistentemente o Feijão com arroz e a carne moída... Nos últimos dias já estava pedindo arrego!

Não conseguimos ver o Papa, mas conheci a cidade de Romeu e Julieta e lá passei pela mais indescritível experiência gastronômica da minha vida, num restaurantezinho que se eu passasse de carro não daria a menor bola.

Enfim, voltamos cheios de saudades, mas cheios de historias boas pra contar. E que venham as próximas férias!!!! Afinal, como diz minha amiga "romana", eu trabalho pra pagar passagens!!!!

15 de abr de 2010

Já vou embora... mas sei que vou voltar!!!!

Malas prontas, muita tralha !!!!

Parto para o aeroporto em 3 horas, na bagagem muita expectativa e vontade de conhecer esse mundão!!!!

Na volta conto todas as novidades!!!!

Até dia 07 ou antes se der tempo!!!!

8 de abr de 2010

4 semanas de férias

Amanhã é meu último dia de trabalho antes das férias, que delícia!!!!

Tenho trabalhado essa semana loucamente para tentar deixar tudo certo pra os colegas que ficam, mas vou confessar, vai ser difícil resolver tudo, vão sobrar pepinos...

Para a viagem está quase tudo pronto, preciso apenas comprar umas roupinhas pra mim, mais algumas blusinhas e calças para o meu pequeno, ir transformar o meu cartão de vacinação em Cartão internacional e fazer aqueles rituais pré-viagem que toda mulher conhece: cabelo, unha e depilação...

Inserimos mais uma cidade no nosso roteiro, vamos também à Frankfurt, apesar de muitas pessoas acharem perda de tempo, estou atendendo ao pedido do Marido... que quer conhecer o Banco Central da Alemanha... Coisas de homens!!!!!

Bom, então é isso ai!!!

5 de abr de 2010

10 dias e contando...

Pois é, faltam 10 dias pras minhas férias e a contagem regressiva começou!!!!

Passarei uma semana muito atribulada, tentando deixar tudo nos conformes no trabalho e com muitas novidades por aqui, que eu conto oportunamente... Então, já falei, quem tiver dicas sobre Paris, Roma ou Lisboa por favor, mande ai, estou procurando coisinhas legais pra fazer por lá. Se bem que só de se estar por lá tudo já é super legal, né!!!

************************************
Feliz Páscoa!!!!!

Passamos um feriadão muito agitado apesar de não sairmos da cidade e da chuva não ter dado muita tregua não.
Sexta-feira almoçamos com a minha mãe e os filhos do meu padrasto, o Gui se esbaldou muito por lá, por conta do espaço e de ter ainda outras crianças para ele brincar.
Sábado fomos almoçar no shopping e depois de uma ida frustrada ao Outback, fomos encontrar os dindos do Gui e curtir um fim de noite com Pankakes e Maple Sirup americanos.
Hoje foi dia de ir à sogra e ver o Gui e o primo curtirem a primeira ´Páscoa em que eles entendem algumas coisas já. Apesar de ter ganho muitos ovos, ele não come chocolate e pedi para as vovós não darem a ele esses quesitos. Ele ganhou carrinhos, livrinhos e coelhinhos de pelúcia, itens para a brincadeira da tarde toda!!!!

Beijos,

31 de mar de 2010

Com problemas de sono...

Mas não é falta de dormir e sim excesso!!!

Há 2 semanas eu não consigo nem pegar o computado, o sono é tanto que eu cochilo sentada, com o computador na minha frente.  Um sono incontrolável!

Eu sei que ando muito sumida, mas infelizmente, estou trabalhando muito e não tenho tido tempo de atualizar meu cantinho... volto depois...

14 de mar de 2010

No Ar...

Mais uma vez a mamãe largou o bebê em casa aos cuidados do papai e foi viajar a trabalho.

Estou em Campinas, desde o inicio da noite, fico aqui até amanhã onde faço a abertura de um treinamento. Depois vou de ônibus para São Paulo (se Deus quiser e a chuva deixar!) participar de um evento só na terça...

Terça à noite estou de vota para os braços do meu bebêzinho tão independente que abraçou a mamãe no saguão do aeroporto, disse tchau e foi correndo pra loja de brinquedos....

Ps.: Minha colega de quarto dorme às 9 da noite e eu estou aqui vendo o Fantástico e tentando me mander saudável mesmo com o ar condicionado ligado e toda a chuva do lado de lá da parede...

10 de mar de 2010

Vida de mãe é assim...

E eu estava feliz da vida porque com toda essa maluquice do clima o pequeno não tinha pego nehuma gripe... Falei cedo demais!

Ontem foi aniversário do cunhado num bar, levamos o pequeno (até porque não tinha outro jeito) e 1 hora depois de chegarmos o coitadinho começa a chorar e reclamar do nariz escorrendo... uma tristeza.

Fomos para casa correndo e a noite foi punk, muito nariz entupido e uma febrinha latente.

Resultado da nossa noite, um papai dormindo no chão, uma mamãe NÃO DORMINDO, um filhinho de nariz entupido e muita tosse... e todo mundo meio exausto no início da manhã.

8 de mar de 2010

Parabéns para nós, mulheres Avassaladoras!!!

Todas As Mulheres Do Mundo

Rita Lee


Elas querem é poder!



Mães assassinas, filhas de Maria

Polícias femininas, nazijudias

Gatas gatunas, kengas no cio

Esposas drogadas, tadinhas, mal pagas



Toda mulher quer ser amada

Toda mulher quer ser feliz

Toda mulher se faz de coitada

Toda mulher é meio Leila Diniz



Garotas de Ipanema, minas de Minas

Loiras, morenas, messalinas

Santas sinistras, ministras malvadas

Imeldas, Evitas, Beneditas estupradas



Toda mulher quer ser amada

Toda mulher quer ser feliz

Toda mulher se faz de coitada

Toda mulher é meio Leila Diniz



Paquitas de paquete, Xuxas em crise

Macacas de auditório,velhas atrizes

Patroas babacas, empregadas mandonas

Madonnas na cama, Dianas corneadas



Toda mulher quer ser amada

Toda mulher quer ser feliz

Toda mulher se faz de coitada

Toda mulher é meio Leila Diniz



Socialites plebéias, rainhas decadentes

Manecas alcéias, enfermeiras doentes

Madrastas malditas, superhomem sapatas

Irmãs La Dulce beaidetificadas



Toda mulher quer ser amada

Toda mulher quer ser feliz

Toda mulher se faz de coitada

Toda mulher é meio Leila Diniz

7 de mar de 2010

Diarinho total...

  • A semana foi agitada e a próxima será mais ainda, não estou tendo tempo de escrever aqui, mas tenho pelo menos visitado todos os blogs que sigo (que o povo do trabalho não me ouça!!!!);
  • O final de semana foi agitadinho, mas nada de coisas novas, apenas visitas à mãe e à sogra e muitas brincadeiras com o pequeno;
  • Adoro minha casa, mas não é segredo para ninguém que já a compramos com data de validade. O apartamento é pequeno e eu já sabia que não nos comportaria por muito tempo. Nunca tive vontade de ter uma casa mas com a vinda do Gui fico sempre pensando que ele ia curtir muito um quintalzão e um cachorro! Nesse final de semana, depois de subir as escadas com menino e compras pela 200ª vez, fiquei rezando e pedindo umas mudancinhas básicas de vida (coisa pouca tipo emprego, salários... só isso!) pra poder comprar, se não uma casa, pelo menos um apartamento com garagem e elevador.
  • Sigo tentando voltar à vida social de antes do nascimento do Gui, mas esse final de semana São Pedro resolveu melar meu programinha de sábado a noite com o dilúvio que caiu no quadradinho.
  • Essa semana começou a aula de musicalização do pequeno, como no ano passado, para desespero da mamãe engajada, o menino só quis saber de correr pela sala e brincar com as plantas do jardijm de inverno do lugar...
  • E falando em pequeno, ele anda doido pra achar "um amigo pra chamar de seu"! Se apega ao primo e aos coleguinhas, dá abraços e faz carinho nos meninos, mas os "mal educadinhos" (recalque de mãe!) não dão a menor pelota pro meu galego!!!

2 de mar de 2010

Planejamento

Faltam 45 dias para minha viagem de férias, tantas coisas para planejar e até agora NADA!!!
Estou meio perdida nas muitas opções, tenho que comprar uns guias e ver o quê eu realmente quero fazer nos tantos lugares que iremos visitar.
Além disso tem toda a logística de se viajar com o pequeno, que pra facilitar minha vida vai até tomar leite normal e não mais fórmula de soja...
Aguardem que depois eu volto com o roteiro perfeito!!!!

1 de mar de 2010

1 quilo e 2 centímetros...

Isso foi o quê engordou e cresceu o meu pequeno no intervalo de 2 meses e meio!

Hoje fomos ao Pediatra, consulta de rotina mas com algumas perguntinhas a mais já vislumbrando a nossa grande viagem do mês de Abril. Serão 23 dias fora de casa e longe dos nossos costumes alimentares, e o fato dele tomar Leite de Soja nos deixava muito apreensiva.

A partir de amanhã, o pequeno começa a tomar leitinho normal, de caixinha, e vamos tentando outras introduções no cardápio.

No resto tudo está bem, meu pequeno cresce saudável e sapeca!!!!

24 de fev de 2010

Esperança...

Hoje ia escrever um texto super desanimado, reflexo do meu próprio desânimo com minha vida profissional, com minha falta de perspectivas.

Ai, recebi do grupo de e-mails da hidrográvida, um pedido de oração e conheci a história de uma moça muito lutadora, que apesar de estar com um câncer muito agressivo no pulmão e no cérebro não perde a esperança um só minuto. Fraqueja sim, porque todos somos humanos, mas nunca perde a Fé em Deus.

Amanhã ela fará o parto de seu segundo filho, uma menininha, que nascerá de cesárea, em condições de alto risco e prematura, mas que está vindo nesse mundo já com uma grande vencedora.

Diante dessa história tudo que eu sentia, toda minha tristeza e angústia viraram um monte de besteiras...

Quem quiser conhecer a história da Luciana, o blog dela é este daqui.

23 de fev de 2010

Papai, mámáeeee, shoti e outras palavrinhas mais...

Eu não falo muito sobre isso aqui, porque me prometi não mais reclamar da vida nesse espaço que é para guardar coisas boas....

Assim, tenho passado alguns meses com uma agonia sem fim por não ver o meu pequeno falar. Apesar do Pediatra dizer ser normal e de o pequeno entender absolutamente TUDO que falamos pra ele. Ele já está com 1 ano e 8 meses e até agora quase nada tinha saído de sua boquinha...

Neste feriado sem papai e sem vovós e empregadas falando "bebênhês" com ele, o pequeno foi dando pistas de que todas as angústias da mamãe eram pura bobagem! Primeiro veio "Papáiiii!" repetido várias vezes ao dia e a cada vez que um avião entrava no espaço aéreo à nossa volta.

Depois, veio o "atiiii" (= aqui) pra tudo que era achado. E para felicidade da mamãe, veio "Mamáeeeee" logo em seguida.

Nesta semana outras palavrinhas apareceram no vocabulário do pequeno: shoti (shorts), bade (balde), paqui (parque), baquiar (Backyardigans) para felicidade completa da mamãe-comparadora com os filhos dos outros.

Tem também as outras palavras faladas na língua do bebê, que papai e eu achamos cada dia mais ser Alemão!!!
Náin = não
duch = ????
batch = ????

Espero que os dia venham trazendo mais e mais palavrinhas para que eu possa registrar!!!!!

18 de fev de 2010

A difícil tarefa de trabalhar...

Pois é, quarta-feira de cinzas chegou e com ela a necessidade de voltar ao trabalho.
A cada dia que passa fica mais e mais difícil voltar à KGB para trabalhar todos os dias, são só coisas chatas, é só exploração e nada de recompensas (financeiras ou não tá!)
E saber que eu e o meu pequeno ficaríamos tão bem juntos durante o dia todo tem me partido o coração... Não seria muito melhor ficar com ele e ajudá-lo a crescer????
E daí eu chego pra trabalhar e ainda tenho que lidar com muitas "antas de rodinha" pela minha frente, todos os dias... Ai, ai, porque as coisas não mudam radicalmente por aqui????

14 de fev de 2010

Programação intensa!!!!!

Parque, clube, festa de aniversário, baile de carnaval... e haja energia para acompanhar esses pequenos!!!!

12 de fev de 2010

Noites silenciosas...

Brasília fica deserta nos feriados prolongados. Os "estrangeiros" que vem pra cá só pra ganhar dinheiro vão embora e os brasilienses que querem escapar aproveitam o tempo um pouco maior, já que qualquer prainha fica à pelo menos 12 horas daqui, para fugir.

No passado, mesmo nos carnavais passados aqui anteriormente, nunca notei como a cidade fica silenciosa, não se houve carro, não se houve gente... tanto que a TV está no mínimo e na minha percepção continua alta!

Estar sozinha em casa e não ter com quem conversar parece que aumenta esse silêncio... E a TV ainda não colabora, você paga pra ter cento e tantos canais e não passa nada!!!!

11 de fev de 2010

Da série: Não basta ser pobre, tem que chover no Feriado...

Passamos dias terrivelmente quentes no quadradinho. Dias totalmente incomuns para a época do ano, essas coisas de El Niño e La niña...
E ai, agora que vou ficar 4 dias inteiros com o pequeno de folga, e podendo curtir um monte, o tempo dá sinais de que vai virar e que muita chuva está vindo por ai...
Daí eu me pergunto: já não bastava o marido estar na Disney e nós aqui, ainda teremos que passar 04 dias passeando de Shopping em Shopping correndo da chuva???

10 de fev de 2010

Maternidade em tempo integral - uma experiência de 12 dias

Pois é, o marido viajou e estamos sós, eu e Gui, no quadradinho, nos fazendo companhia nesses dias nem tão bonitos assim...

A rotina tem sido assim:

05:30/06:00 - Vai até o quarto para levar a mamdeira ao pequeno... voltar pra cama (ou trazê-lo pra minha cama) e dormir inquietamente até as 07hs;

07/07:40hs - Corre pra trocar a fralda e não deixar de mostrar o caminhão de lixo para o pequeno ( o lixeiro agora dá tchau pra ele todos os dias!). Esperar a empregada chegar para poder tomar banho e me arrumar para o trabalho

08:15/08:30hs - Tomar café e brincar de bola ao mesmo tempo. Tentar fazer o pequeno comer alguma coisa entre a uva, a bisnaguinha com requeijão, o biscoito cream cracker e o suco de laranja com mamão. Entre tantas opções, alguma vai agradar!

08:40/09:00hs - Pegar tudo, sair correndo, colocar o pequeno no colo e descer as escadas de salto alto carregando o "chumbinho", entrar no carro, fazer "bibi" pra ele e sair correndo pro trabalho.

09/12:30 - Trabalhar, trabalhar, trabalhar. Muitas reuniões, muitos e-mails e nenhuma disposição

12:50/13:45 - Comer enquanto brinca de qualquer coisa com o pequeno, em seguida brincar de bola na varanda, mostrar as Vans na janela e convencer o pequeno de que mamãe vai trabalhar mas volta logo!

14:00/18:30 - Trabalhar, trabalhar, trabalhar. Muitas reuniões, muitos e-mails e nenhuma disposição

18:30/18:50 - Correr e correr, largando o trabalho de lado e correndo para render a babá/empregada que vai embora às 19hs.

19:00/21:00hs - Brincar, correr, ir ao parquinho, ver os ônibus, até que o pequeno pegue no sono...

21:01 até quando não conseguir mais segurar o sono - Tentar relaxar, ver os e-mails, escrever no blog, falar com o marido pelo telefone e achar que deveria fazer muito mais apesar de não ter parado nenhum minuto sequer no dia.

5 de fev de 2010

Desaparecida...

Eu sei, eu sei... Solto um post dizendo que odeio o abandono e sumo daqui, né! Mea culpa, Mea culpa!!!!

O concurso foi esse domingo, um dia todo de provas e uma pessoa acabada fisicamente no final do dia. A prova foi dificil, não tenho esperanças quanto ao resultado, de tudo isso ficou a certeza de que eu tenho que estudar MUITO MAIS!!!

Tantas coisas pra contar, não sei nem por onde começar...

Tenho trabalhado demais e mal tenho tempo de checar meus e-mais pessoais, virei a "bola da vez" lá na KGB, sou requisitada para 35mil reuniões por dia, além das atividades "gincana" que rolam por lá. Piração total.

Esta semana e a outra (sim no Carnaval) o marido está viajando para o exterior. Resolvemos não ir juntos porque a viagem com o pequeno seria punk, muito punk, além da grana... (enfim, esse é assunto para outro post) Vou passar 12 dias cuidando sozinha do pequeno e sem folga no trabalho, ainda bem que a partir da quarta-feira de cinzas a babá volta a ativa e eu fico mais liberada.

Estou com um problema no joelho direito, desgaste da cartilagem da patela... putz, doença de velho! De tanto carregar o chumbinho!!! Tratamento: antinflamatório e depois atividade física. Dai eu me pergunto: QUANDO é que eu vou conseguir fazer alguma atividade física, se há apenas 2 dias eu consegui dormir uma noite toda? Realmente não sei, mas tenho que tentar.

Tenho me arrependido diariamente por não ter colocado o Gui na escola esse ano, tenho acompanhado várias "amigas de blog" nesse momento tão legal e delicado e fico achando que o meu filhotinho já está pronto pra isso. Mas fico com medo de tudo isso também ser transferência minha já que sempre amei a escola! Mas realmente acho que o pequeno precisa de mais atividades na sua rotina diária, ficar só em casa e descer para o parquinho, uma ou duas vezes no dia, não está bastando pra ele. Estava procurando uma natação, mas é triste ver que as academias só tem natação para bebês de mães desocupadas, pois os horários são os piores possíveis pra quem trabalha, ou às 10 da manhã ou às 3/4 da tarde... Como eu faria para levá-lo? E além de tudo, ainda tenho que entrar na piscina com ele, então inviabiliza ir e voltar ao trabalho...

Bom, acho que por enquanto é só, prometo não sumir novamente, voltarei , eu juro!!!!

26 de jan de 2010

Eu odeio Janeiro...

Tudo bem, não estou de TPM mas o mal humor é o mesmo!
Odeio o mês de Janeiro nos blogs, ninguém posta nada, ninguém visita a gente, o rítmo é lento demais!!!! Logo nesse mês que eu tô tão disponível no trabalho...
Tudo bem, eu ando parada, não tenho postado, mas não justifica. Cadê o povo???
Tá eu ando chata, rabugenta, mas não justifica!!!!
Não me abandonem... please, eu tô muito carente esses dias!!!

25 de jan de 2010

Ano novo, Layout novo!!!!

Mais um lindo presente que eu ganho da minha querida amiga FAXINA.
Amiga, esse lay é tudo, ficou bem a cara do que estou passando por aqui. Obrigada de coração!!!!!

21 de jan de 2010

Parabéns???



Não, hoje não é o meu aniversário...

Hoje eu faço 9 ANOS de KGB!!!!!

Será que eu tinha que comemorar? Será que é uma data pra eu finalmente tomar vergonha na cara e começar a mexer a bunda dessa cadeira pra sair daqui???

Enfim, de qualquer forma é pra se comemorar, afinal estou empregada, não é o emprego dos sonhos, não paga bem, mas pelo menos dá pra pagar a secretária lá em casa que já é tudo de bom!!!!!

20 de jan de 2010

Auto boicote

Faltam apenas 10 dias para o Concurso e eu já tive de um tudo nessa vida, desde sono incontrolável, piriri, vômito, virose forte, tosse que não me deixa, filho doente e dormindo pouco, até festas e mais festas em todos os finais de semana desse mês (que diziam ser uma paradeira só).
Depois não me digam que o Universo não conspira contra mim!!!!

11 de jan de 2010

Eu voltei!!!

Estive ausente porque estava viajando desde antes do Ano Novo, fui pra Sampa e pra Santos, tudo muito corrido, só programinhas familia mesmo... nada demais. Nem deu pra fazer os programas "compras" que eu tanto amo, com menino à tira-colo essas coisinhas não acontecem...

Desde sábado o pequeno está doente, vomitou no vôo de volta e desde então não para de ter febre. Já marquei o Pediatra para amanhã, tomara que não seja nada sério!

Vou dar uma sumida básica nos próximos 20 dias, depois do dia 31 serei gente novamente e volto a escrever aqui...

Vou ali fazer um concurso e já volto tá!!!!

Feliz 2010 para todos !!!!!!

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP