30 de jul de 2010

Freaking out

Depois de uma tentativa histérica de dar comida para meu pequeno ontem, com direito a choros, engasgos, vômitos e toda sorte de desespero que pode acontecer com uma mãe grávida, sem marido em casa, e com um menino entediado... ESTOU ME SENTINDO A PIOR DAS MÃES DO MUNDO!!!

Eu sei que eu tenho que ficar calma, que eu tô grávida e o escambau a quatro... mas então: Manda o mundo parar!!!! Porque a semana foi tensa, com mil problemas profissionais, com mil questionamentos na minha cabeça sobre o quê fazer da minha vida, e ainda com as questões de culpa que toda mãe carrega quando sai pra trabalhar e o filho fica aos prantos em casa... Dureza total!!!

Tô me sentindo péssima pelo que fiz meu filho passar ontem, já me prometi que não vou obrigá-lo a comer nenhuma colher de comida NUNCA MAIS. E que vou tentar ser uma pessoa menos histérica e neurótica... Vamos ver se eu vou conseguir...

4 comentários:

Giovanna Cresceu!!! disse...

Que mãe nunca se sentiu assim? Isso foi causado pela mistura de emoções do dia, ou melhor, dos últimos tempos. Maridão tá viajando, o trabalho tá cansativo, o pequeno tá numa fase que dá mais trabalho e ainda tem os hormônios da gravidez...se dê um desconto! rs
Bjão.

Nutrição e Cia disse...

OLá Flavia primeiro gostaria de te seguir mais não encontrei aquela tarja escrito SEGUIR. E não posso sair daqui sem dizer nada, é bem difícil mesmo quando eles resolvem não comer. Não sei se te ajuda um pouco, pois sei que tem gente que odeia nutricionista, mas não salvo a pátria de ninguém, apenas oriento.Tem uma página lá que diz sobre SELETIVIDADE ALIMENTAR. Bom se quiser da um pulo lá no meu cantinho. Bjs

Adrianna disse...

Putz q situação amiga, mais a semana tá acabando e logo maridão tá de volta pra te ajudar e te fazer companhia!!

Neda disse...

Flávia!
Toda mãe já pssou por isso, umas mais do que as outras, mas um dia todas passam por isso. Com a idade os pequenos passam a comer menos e a gente fica meio sem saber cadê o mocinho que devorava um pratão? Ok, eu nunca passei por isso, já que o meu Guilherme vive de luz e leite. Aqui em casa encontramos um sistema que, ao que parece, começa a funcionar. Mas quando o pai viaja tudo muda e eu aprendi que o melhor a fazer é relaxar e dar mini férias a algumas batalhas do dia a dia.
BJS

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP