18 de mar de 2012

Cecília e o seu bebê

Ciça ganhou da minha mãe há alguns meses atrás uma bonequinha na banheira e foi amor à primeira vista! Ela é um bebê, com fraldinha e roupão e é do tamanho das mãozinhas dela, o que facilita a "maternidade". Ela aprendeu à ninar a bonequinha, e também a chamá-la de nenêm.

 Mas de uns dias pra cá tem sido paixão incondicional, o nenêm tem que fazer tudo com ela: comer, dormir, tomar banho, passear e, claro, sem falar em brincar...

Acho bonitinho isso, ainda mais que eu nunca tive um brinquedo favorito, daqueles que criança carrega pra todo lado, mas também me preocupo com essa dependência toda... E se essa boneca estragar? E se se perder?

Bom, enquanto a "mãe não cresce e seu bebê não deixa de ser o favorito, vamos curtindo por aqui um sentimento materno se evidenciando na minha pequenina...

Beijos,

12 de mar de 2012

Se fui pobre não me lembro!

Minha colega de sala tem a máxima ai do título e, com uma lista de 80 pessoas indispensáveis na festa da Ciça, resolvi adotar pra mim também.

Resolvi começar a pensar como Polyanna e ver no quê vai dar... são muitos convidados, a festa vai ser grande, mas... a minha pequena merece. E no fim das contas eu posso contar (Graças à Deus!) com a minha familia maravilhosa que faz de um tudo pra mim!

Minha tia fez as bonequinhas de pano que serão lembranças, a madrinha vai dar as lembrancinhas do Batizado e o bolo, minha mãe os ingredientes da feijoada.... vai sobrar pra mim os doces, os brinquedos pra garotada e a bebida, mas no fim, acho que foi bom!

Vejam como vai ficar a identidade da festa:


  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP