14 de nov de 2011

Buenos Aires #3 - parte III - o basicão

Chegamos à cidade umas 3 da tarde, um horário que considero super bom pras crianças, todo mundo acordado, todo mundo descansado (afinal,colo da mamãe serve pra quê, né!) e pronto pra começar a aventura...

Tinhamos um transfer nos esperando, e isso foi um diferencial, porque por malas, carrinho e todo mundo junto na mesma van é realmente um problema a menos. Não fizemos câmbio no Aeroporto, pois já tinhamos pesos para os primeiros dias, mas lá no próprio aeroporto já dá pra trocar uns pesos...

O aeroporto é superpertinho de onde era o hotel, menos de 10 minutos e já estávamos no lobby. O Hotel foi realmente a melhor das dicas que eu peguei, novo, confortável e ao mesmo tempo pequeno e aconchegante.

Chegamos e fomos nos instalar, preferimos desfazer as malas e arrumar as coisas pra só depois sairmos para o jantar...

Depois de todo mundo de banho tomado e coisas minimanente ajeitadas, fomos dar uma volta pelas redondezas de Palermo, mas o vento frio estava intenso e logo resolvemos achar um lugar para jantar.  Por indicação do blog Destemperadinhos, fomos jantar bem pertinho do hotel, no La Gauchita.

Confesso que esperava mais, não sei se por estar com duas crianças pequenas e o ambiente ser meio cool, não fomos tão bem atendidos como o pessoal do site descreveu. Mas valeu pra primeira refeição em solo portenho.

O dia seguinte foi de City Tour, que optamos por fazer logo no começo e assim já matar as atrações mais "pega turistas" de uma vez. A coisa boa é que como éramos muitos (oi??), 4 adultos e 2 crianças, o City foi só pra nós... particular!!! Tivemos direito à parada no centro com ida ao Banco (!!) e além da visita ao Caminito, fomos também à Bombonera, com visita por dentro e tudo mais... O fim do passeio, ao meio-dia, foi a Rua Florida/Galerias Pacífico, para o almoço e depois compras...

O quê foi ruim?

 - Eu e o Gui enjoamos na van... então todo o passeio foi um pequeno martírio;
 - Por quê o povo estava tão fixado na história do câmbio e de tentar tirar dinheiro usando a rede Cirrus, perdemos o encanto do passeio ao centro, porque tudo fico restrito às tentativas frustradas de tirar dinheiro...
 - Esquecemos nosso dinheiro (pra trocar) no hotel e com isso a ida à Florida teve de ser feita novamente.
 - O almoço nas Galerias Pacífico, com duas crianças famintas e uma praça de alimentação cheia de gente foi praticamente uma prova olímpica.

O quê foi bom?

- Um dia lindo de sol na cidade, que fez nosso passeio ser muito prazeiroso;
- A nossa guia linda, que foi uma fofa aguentando todas as maluquices da familia trapo e com toda a paciência do mundo!!!
 - A cidade que continua LINDA!!!!

7 de nov de 2011

Buenos Aires #3 - parte II - A ida

Como compramos tudo junto, as passagens de todos estavam num só documento (papelzinho da Gol, pra ser mais específica!) e com isso o check in deveria (tá, poderia, melhor seria...) ser feito com todo mundo junto. E daí já começou a m...!!!!

Nós somos preferenciais, afinal duas crianças, sendo uma de colo, os sogros também, maiores de 65... mas a fila dos preferenciais era a maior do aeroporto! Chegamos antes, amargamos uma fila com duas crianças irritadas e com sono, e os sogros não chegavam nunca... Nossa vez chegou e nada deles, chegaram e foram pro outro lado do aeroporto... (sem comentários!!) Correram, aportaram com malas e cuias na nossa traseira para o desespero de quem já estava na fila há muito tempo...

Saímos de Brasília e o vôo foi tudo bem, chegamos em São Paulo com tempo para um rápido almoço e novamente check in, mas as idas ao banheiro e o "fumar" do meu sogro tomaram tanto tempo que tivemos que engolir uma pizza no Pizza Hut que mal deu pra sentir o gosto... Corre de novo pro embarque e ai, começa a saga!!!!

Todos sabem que em vôos internacionais não é mais possível embarcar com líquidos acima de 30ml... sim, ela também sabia, mas ESQUECEU... Me vinha ela com uma bolsinha de mão, cheia de shampoos, cremes, espuma de barbear, etc... que claro, ficaram ali mesmo no Raio X. Confusão na certa, e foi um bate boca sem fim com o moço do embarque.

Além disso, tem o marca-passo... Sim, ela usa marca-passo e fica tensa/nervosa/stressada cada vez que chega perto de um raio x!!!! Mais chateação com a "revista íntima" e enfim, conseguimos sentar na sala de embarque e esperar o avião... Uma passadinha no Freeshop pra ver os preços e seguimos para "Buzenos Aires" como dizia Gui, incansável na fila do embarque...

A viagem foi boa, as crianças não deram trabalho. Conseguimos nos dividir em duas fileiras de cadeiras e com isso o Gui conseguiu se esticar e dormir boa parte da viagem... A Ciça depois de almoçar um potinho Nestlé de Risotinho de frango, também capotou...

Os inconvenientes da ida foram um pequeno enjôo no Gui, que só percebemos ser realmente enjôo dias depois no City Tour... até então era uma dor de garganta, que só aparecia no pouso e na decolagem... E os infinitos papéis de imigração argentina, que convenhamos é super difícil de preencher com uma criança no colo e outro saltitante ao seu lado!!!!

Atropelada novamente...

Calma!!!

Não fui atropelada de verdade, mas sim, pelas verdades que teimam em aparecer na minha vida...

Nestas semanas que passaram, depois da nossa viagem, recebemos algumas notícias não muito boas, que me deixaram um pouco sem chão... Mas tudo aos poucos vai voltando ao normal...

Minha mãe fará uma cirurgia meio grande na próxima quinta-feira e isso tem me deixado bem apreensiva, é um cisto no Pâncreas e a coisa é num lugar meio delicado... Serão dias de muitos cuidados e emoções, mas se Deus quiser, vamos dar conta de tudo!

Meu pai voltou para o Rio Grande do Sul, separou da mulher, depois de 20 anos juntos e tá meio mal... mas já está tudo sob controle...

O cunhado recebeu um diagnóstico de cancer de próstata e está correndo atrás dos preparativos para uma cirurgia também...

E bati novamente o carro, terceira vez no ano!!!!

Tudo isso ao mesmo tempo agora... então estou um pouco perdida... mas já já eu retorno com os posts sobre a viagem...

Beijos,

1 de nov de 2011

Buenos Aires #3 - parte I - os preparativos

Tenho percebido que já não consigo mais escrever aqui como antes, e fazendo uma autoanálise (sim, eu faço essas coisas...) ví que é porque eu tenho lido tantas coisas legais, escritas por mães-jornalistas, que sempre fico achando que meus textos são ruins demais... (É, gente, momento mimimi... me abracem!!)

Mas como as amigas pediram o relato da viagem... eu vou colocar aqui aos poucos tá... Mas assim, galera, não esperem muita coisa, porque eu não me atenho a muitos detalhes em viagem não, ainda mais nessa que foi a minha 3ª vez em Buenos Aires, cidade que eu adoro e que já olho com olhos de moradora...hehehehe (te mete!).

Além disso, como eu viajo com o Gui e com a Ciça desde muito pequenos, não tenho também aquelas expectativas de "Viagem com as crianças", o meu lema é, eles vão onde eu for e pronto!!!!

Mas ai você pergunta, Flávia, por quê Buenos Aires de novo???

E eu respondo, porque o Marido gosta... e queria voltar... confesso que por mim, teríamos  ido pra outro lugar... tipo o Uruguai, a Costa Rica, Cancún, Curaçao... enfim, qualquer outro lugar que eu ainda não conhecesse, porque se é pra gastar dinheiro que seja pra coisas inéditas, né!!! Mas fui voto vencido...

Dai, ok, era aniversário de casamento, e viajar era uma boa, e também no fim achamos que uma cidade conhecida seria bem melhor pra ir com 2, e principalmente com a Ciça, que ainda tá no esquema papinha (que nem sempre é igual em todo lugar - minha experiência: é melhor em todos os outros lugares fora do Brasil!). Além disso, tinha o livro e o blog da Fernanda Paraguassú - Buenos Aires com crianças, que eu queria muito testar todas as dicas...

Me joguei!!!!

Íamos no feriado, já que o aniversário de casamento é dia 11/10, porém, toda a brasileirada tava viajando nessa época gente e simplesmente não achei hotel!!!! Resolvemos adiar uma semana nossa viagem, e dessa vez, o plano era ficar o final de semana em Bue, pois nunca tínhamos pego a Feira de San Telmo e da Recoleta...

Datas decididas, a sogra e o sogro resolveram ir também...(!!!!) partimos para as reservas e compras de passagem.

Consegui uma promoção da Gol pelo Facebook e com isso nossas passagens ficaram bem baratas.

O Hotel eu segui a sugestão do Livro e foi uma super escolha, ficamos no Awwa Spa & Suites, muito legal, muito novinho e muito bem localizado. E eles ainda tem a vantagem de ter cozinha equipada no quarto e ter uma suite que aceita mais uma cama de solteiro e ainda disponibilizam o berço.

Eu ia fazer a reserva pelo site, e o preço ia ficar muito legal, mas ai, meu cunhado que trabalha com turismo nos ofereceu para fazer o pacote terrestre (hotel+city tour+seguro saúde). Nos prós e contras (o seguro saúde pesou nessa hora, afinal, são duas crianças, né!), resolvemos fazer a reserva com a agência e ainda ganhar um descontinho, mas foi o barato que saiu caro, pois no final tivemos vários problemas com a reserva, coisa que acho que não aconteceria se tudo fosse feito pela internet!

Para facilitar com as crianças, a única providência foi comprar um Sling com a Marina do Las Cholitas, que foi o santo salvador das costas da mamãe e "liberador de lugar" no carrinho para quando o irmão mais velho ficasse cansado... E só! O resto foi na cara e na coragem, papinha só pra ida e fraldas só para o avião... compramos tudo quando chegamos lá...

Continua ...

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP