20 de set de 2011

Chegando o aniversário, é exatamente assim que me sinto ultimamente...

O valioso tempo dos maduros




(Mário de Andrade)



Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora. Tenho muito mais passado do que futuro. Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas.

As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.

Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.

Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.

Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.

Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.

Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.

As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.

Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana, que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade...

Só há que caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.

O essencial faz a vida valer a pena.

E para mim, basta o essencial!

9 de set de 2011

O fim de uma era...

Hoje faz uma semana que acabou o meu "horário amamentante"!!! Estou sofrendo, confesso...

Esse horário de amamentação, duas horas a menos no expediente foi o respiro que eu precisava para aguentar mais um pouco a vida do jeito que ela está...

Explico:

Vocês sabem, eu não queria voltar ao trabalho, tive que fazê-lo por questões financeiras (e por pressão social, confesso!) e isso me deixou muito triste e deprê. A vida corrida como ela estava antes da chegada da Ciça já estava insuportável, e agora... com mais um ... tudo ficou ainda mais difícil... Não sei se é porque o nível de trabalho anda baixo, porque tenho tido mais tempo livre (ocioso) pra pensar na vida, mas sei que realmente ficar aqui sentada, está se tornando um grande peso...

Junto à isso, a falta de prespectivas profissionais, a vontade de fazer outra coisa que não assinar papel e verificar sistemas... tem piorado ainda mais o meu estado...

A Ciça?? (mãe egoísta!) Ela está super bem, ela adora comer, toma o peitão de manhã e à noite e tem uma legião de fãs pra brincar com ela o dia todo. Não que ela não sinta a minha falta, acho que sente sim (espero, né!!), mas ela talvez seja a menos prejudicada com tudo isso...

Por isso eu ando tão sumida, é deprê mesmo, é falta do quê falar... Ando pensativa e reclusa querendo achar uma solução pra toda essa minha tristeza, sem que isso impacte demais na minha independência emocional (financeira) e no meu casamento...

Beijos,

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP