9 de set de 2011

O fim de uma era...

Hoje faz uma semana que acabou o meu "horário amamentante"!!! Estou sofrendo, confesso...

Esse horário de amamentação, duas horas a menos no expediente foi o respiro que eu precisava para aguentar mais um pouco a vida do jeito que ela está...

Explico:

Vocês sabem, eu não queria voltar ao trabalho, tive que fazê-lo por questões financeiras (e por pressão social, confesso!) e isso me deixou muito triste e deprê. A vida corrida como ela estava antes da chegada da Ciça já estava insuportável, e agora... com mais um ... tudo ficou ainda mais difícil... Não sei se é porque o nível de trabalho anda baixo, porque tenho tido mais tempo livre (ocioso) pra pensar na vida, mas sei que realmente ficar aqui sentada, está se tornando um grande peso...

Junto à isso, a falta de prespectivas profissionais, a vontade de fazer outra coisa que não assinar papel e verificar sistemas... tem piorado ainda mais o meu estado...

A Ciça?? (mãe egoísta!) Ela está super bem, ela adora comer, toma o peitão de manhã e à noite e tem uma legião de fãs pra brincar com ela o dia todo. Não que ela não sinta a minha falta, acho que sente sim (espero, né!!), mas ela talvez seja a menos prejudicada com tudo isso...

Por isso eu ando tão sumida, é deprê mesmo, é falta do quê falar... Ando pensativa e reclusa querendo achar uma solução pra toda essa minha tristeza, sem que isso impacte demais na minha independência emocional (financeira) e no meu casamento...

Beijos,

8 comentários:

Dani disse...

Força e fé, querida! Vai dar certo! Acredite! beijo!

IVANA disse...

Flavia,

Nem sei o que te dizer. Tão difícil, né? Estou torcendo pta você achas as respostas para suas inquietações...bj

Ivana

Paloma, a mãe disse...

Flávia, é difícil mesmo. Já passei por muitas crises na carreira, mas é péssimo quando o trabalho se torna um fardo.
Espero que vc encontre uma saída que te deixe feliz, acima de tudo.
Beijos

Miss G. disse...

Fá,
é tb o inferno astral.. é normal estar se sentindo mais reclusa e pensativa. Tenho certeza que no fim do mês melhora!
beijosssssssssss e nao vejo a hora de fazer parte da legião dos fãs que brincam com a ciça!

Neda disse...

Flavia
Acho que a grande maioria das mães que trabalham fora de casa passam por momentos de questionamento como o que você está passando agora. Se o emprego não está agradando é ainda pior (falo isso por experiência própria)filhos mudam nossas perspectivas e nossas prioridades e quando não podemos fazer aquilo que sentimos ser o melhor a coisa complica mesmo. Você vai encontrar a melhor solução para você e sua família.

BJS

Nana disse...

Tá na correria, hein?! Calma q td se ajeita.
Bjs e fik c Deus.

..... disse...

Flavinha,

Nem preciso te dizer que sei exatamente como se sente. Com filhos então, deve ser um dilema sem fim.

Joguei tudo pro alto justamente antes de engravidar, pois saberia que depois seria muito mais difícil.

Fácil, não está nada fácil, principalemente financeiramente, mas eu estava triste, infeliz, produzindo cada vez menos e engordando cada vez mais.

Pressão social? Sim, ela existe e muito! As cobranças dobram como se eu tivesse que dar satisfação do que eu estou fazendo o tempo todo. Mas... Se querem pensar que virei madame... Melhor assim!

FORÇA, não fique triste, vc vai encontrar uma saída!

Beijocas,
Livinha

Roberta Lippi disse...

Flávia, essa tristeza é bem normal, viu. Simplesmente porque muda o nosso foco depois que temos nossos filhos!! Queremos dedicar nosso tempo a coisas que valem a pena, né, e um trabalho insosso e não valorizado realmente nos faz questionar muito.
Aja com seu coração. Vai dar tudo certo!
Beijos,
Roberta

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP