23 de fev de 2010

Papai, mámáeeee, shoti e outras palavrinhas mais...

Eu não falo muito sobre isso aqui, porque me prometi não mais reclamar da vida nesse espaço que é para guardar coisas boas....

Assim, tenho passado alguns meses com uma agonia sem fim por não ver o meu pequeno falar. Apesar do Pediatra dizer ser normal e de o pequeno entender absolutamente TUDO que falamos pra ele. Ele já está com 1 ano e 8 meses e até agora quase nada tinha saído de sua boquinha...

Neste feriado sem papai e sem vovós e empregadas falando "bebênhês" com ele, o pequeno foi dando pistas de que todas as angústias da mamãe eram pura bobagem! Primeiro veio "Papáiiii!" repetido várias vezes ao dia e a cada vez que um avião entrava no espaço aéreo à nossa volta.

Depois, veio o "atiiii" (= aqui) pra tudo que era achado. E para felicidade da mamãe, veio "Mamáeeeee" logo em seguida.

Nesta semana outras palavrinhas apareceram no vocabulário do pequeno: shoti (shorts), bade (balde), paqui (parque), baquiar (Backyardigans) para felicidade completa da mamãe-comparadora com os filhos dos outros.

Tem também as outras palavras faladas na língua do bebê, que papai e eu achamos cada dia mais ser Alemão!!!
Náin = não
duch = ????
batch = ????

Espero que os dia venham trazendo mais e mais palavrinhas para que eu possa registrar!!!!!

9 comentários:

Patricia disse...

Menina,
homens são mais calados desde o nascimento! Mulheres é que são faladeiras pra sempre. E agora que ele começou, vão ser palavrinhas novas todos os dias! Delícia essa fase!
beijos

Guilherme Palma disse...

Que felicidade não?
Eu ainda estou na fase de fiar esperando ansiosamente por um chute na barriga da mãe. fico com o ouvido colado o tempo todo

Paloma, a mãe disse...

Que delícia! E não se afobe, conheço meninos que só começaram a falar isso com 2 anos e meio.
Beijos

Lu Olhosde Mar disse...

o meu falava 'mom-mom' pra bom-bom...até hoje a gente só fala assim aqui!

Kau disse...

Todo dia que o vejo tento fazer ele falar "titia"... mas nd...

Dani disse...

Que fofo amiga.
Achoq ue cada criancinha tem seu tempo..e estímulo.
Muitas conversas agora para vcs hein?
beijos amiga
Saudades

Faxina

Lu Brasil disse...

A gente sdabe que cada um é cada um mas a gente quer os nosso primeiro ne? haha. Parabens pelo novo falante, daqui uns meses tu vais estar clamando por silencio, vai por mim (minhas matracas tao aqui no atelier, aff)

Val disse...

Como é bom, né? Meu pimpolho sempre falou muito, desde cedo, mas eu tinha essa mania de comparar em relação ao "andar" dele, que demorou. O meu sobrinho só começou a falar com 1 ano e 8 meses tb. Ele mora em São Paulo e passa o dia no hotelzinho, quando veio nas férias pra cá, cidade do interior da Bahia, em convivência livre e irrestrita com os primos e amiguinhos da rua, ele desandou a falar. Saiu daqui quase cantando. Então, se é que posso te dar um dica, a convivência com outras crianças e os filminhos estimula bastante. Mas tb é do tempo de cada um. Bjo.

PS: Vou dar uma olhada no blog q vc indicou no post acima.

Marilia disse...

Oi, nao ligue para isto.

Minha filha so falou com 2 anos e quase 3 meses. Estava na escolinha e adorava, mas eu nao sabia o som da voz dela. Levei no Sta Helena(brasilia) para uma bateria de testes para ver se nao era surda, mas so levei um pito do medico.Qdo comecou a falar, ja cantava poesias e musicas inteiras. Eh uma tagarela e tem facilidades para linguas. Hj tem 10 anos e fala portugues, ingles perfeito e um frances quebrado que veio junto com o portugues.
O teu menino parece que veio da alemanha, quem sabe? A minha alguem falou que ela escutava mais do que falava pque estava aprendendo o idioma, ja que era inglesa..vai sabe?

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP