5 de ago de 2010

Mais uma assombração me aparece...

Estou a alguns dias tentando vir aqui, mas são tantos acontecimentos que não tá dando tempo de formular texto pra contar tudo.

O marido voltou, e apesar de não ter trazido NADA de roupinhas para o Gui e para a Cecília (assunto pra outro post), foi um alívio e tanto ele estar de volta. Claro que depois de uma semana bem tensa, eu chorei horrores e dormi horrores aliviada com a volta dele... Sabe aquilo tudo que fica guardado e que a gente só solta quando vê alguém em quem confia? Pois é, foi assim que rolou!

Ontem fui surpreendida pelo pedido de demissão da minha empregada.

Ela está comigo desde antes do Gui nascer, mas vem já há pelo menos 6 meses não me agradando muito nas coisas que faz. Em dezembro (quando eu também estava sem babá!) me disse que iria embora porque precisava de dinheiro, eu então fiz uma contra-proposta e ela aceitou: passou a trabalhar aos sábados só de 15 em 15 dias e ainda levou um aumento. Mas depois da saída da babá eu notei que o clima estava diferente, achei que fosse pelo excesso de trabalho (apesar de ter colocado uma faxineira toda semana) por ter que ficar com o Gui. Mas na verdade já imaginava que ela não ficaria muito mais tempo.

O papo foi o mesmo da outra vez, falta de dinheiro, mas dessa vez eu não fiz contra-proposta e ela resolveu ir embora. Não vou dizer que estou abalada, estou sim, eu gosto dela como pessoa, gosto do carinho que ela tem pelo meu filho, mas infelizmente não dá pra seguir dando aumento de 6 em 6 meses. Além disso, com a chegada da Cecília precisarei de alguém que vá todos os sábados e que possa dormir pelo menos uma vez por semana.

Mas em tudo isso, o quê me deixa mais triste é que ai vem mais uma mudança na vida do meu filho, que já está muito abalado com todas as mudanças que já aconteceram. Estou preocupada, pois ainda tem a reforma, a mudança pra casa da minha mãe, o nascimento da Ciça. Estou péssima com a constatação de que o "caos" foi instalado no mundinho do meu pequeno.

Resultado de tudo isso é que resolvemos colocá-lo numa escola agora em Agosto mesmo (é, mais uma mudança!), para tentar minimizar a dependência de empregadas/babás lá em casa. Pelo menos até a Ciça nascer, terei um tempo de folga...

No meio de tudo isso, fico pensando porque nós mulheres não temos o direito a uma (ou várias) licença para "resolver a vida em casa", porque o quê menos importa no momento é o trabalho.

11 comentários:

Paloma, a mãe disse...

Concordo, menina, o que menos importa é o trabalho. Temos que administrar taaanta coisa. Mas, olha, acho escola a melhor opção,. não só para vc não depender de babá/ empregada, como para ele ter outras (e melhores) referências de cuidadoras. fora a convivência com outras crianças, que é importante.
Beijos

IVANA disse...

Flávia querida,

Primeiro, respire fundo. Isso tudo vai passar... Sei que é muito falar pra quem está de fora, mas é hora de dar uma de Poliana e tentar ver as coisas positivas.
1. seu fillho está com saúde e vive num lar cheio de amor e harmonia.
2. Vc tem sua mãe por perto pra dar uma força.
3. Em breve, vc receberá mais um lindo presente de Deus que, com certeza, virá linda e cheia de saúde.
4. O melhor momento pra colocar o Gui na escola é justamente esse, antes da Ciça chegar, porque depois ele vai associar uma coisa com a outra, chegada da irmã e a "expulsão" dele de casa.
5. Vc tem um emprego que te permite colocar teu filho em uma boa escola, onde ele vai estar em melhores mãos e pessoas bem mais preparadas pra lidar com todas essas mudanças na vida dele.
6. Você tem um marido, um companheiro com quem pode contar e desabafar, que te permite ser fraca de vez em quando e te o ombro pra vc chorar um pouquinho.
7. Vc tem um blog onde pode desabafar e contar com o apoio de suas amigas, virtuais ou não.

Espero ter ajudado um pouquinho

bj

Ivana e Davi (em BSB depois do niver)

Neda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Neda disse...

Flavia.
Escola é tudo de bom, acho que realmente os nossos filhos estão numa ambiente mais saudável, não falo das doenças, mas das possibilidades de desenvolvimento. O resto das coisas que estão acontecendo, bom, o que já tem solução não merece ocupar seu tempo. Reforma, mudança temporaria, bebê, hormonios, são realmente muita coisa para qualquer um, então se preocupe com o que realmente importa.
BJS

Guilherme Palma disse...

é um problema funcionários, é duro ser pego de calças curtas. tem hora que o legal mesmo é poder cuidar dos filhos e deixar o trabalho para la quando a condicao $ permite que somente o pai ou a mae trabalhem.

Priscila disse...

Devia haver mesmo viu!!! Mas tudo vai se resolver e ele com certeza vai amar a escola e os coleguinhas!!! bjksss

Priscila disse...

Devia haver mesmo viu!!! Mas tudo vai se resolver e ele com certeza vai amar a escola e os coleguinhas!!! bjksss

Adrianna disse...

Calma, as crianças tem faclidade em se adaptar a novas rotinas, quem mais sofre são os pais! Ou melhor as mães rs!!

Giovanna Cresceu!!! disse...

Tudo vai se ajeitar. Normal essas mudanças nos deixarem meio sem rumo, mas logo tudo se ajeita. Gui vai curtir a escola e vc vai ficar mais tranquila por não precisar depender de empregada. A minha tb pediu as contas e só vem até o final desse mês, mas até fiquei aliviada pq ela estava pisando mto na bola, faltando demais...
Bjs.

Milady disse...

Ói eu aqui traveiz... Pra quem tinha prometido postar mais tô muito relapsa, né?! mas enfim... acho que estou meio com bloqueio... rsrsrs
Quanto às mudanças, relaxe um tico, as crianças se adaptam muito melhor do que nós!
E a escola será ótima pro Gui! :-)
Saudades monstras de vc...

beijo

Nana disse...

Flor, confia em Deus q td vai dar certo. Bjs e fik com Deus.

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP