16 de mar de 2011

Pierrôs e colombinas

(ATENÇÃO: Post longo!)

Passamos o Carnaval no Rio, mas foi uma viagem tão punk que nem pareceu feriado.

Saímos de Brasília no sábado e já pegamos um atraso de 1 hora e meia no vôo de ida, daí haja criatividade para segurar a ansiedade de um menininho de 2 anos e 9 meses!!! O vôo era as 11, com o atraso passou pra 12:30, saiu às 12:50, chegamos ao Rio quase 3, sem almoço...

Choveu o Carnaval todo na Cidade Maravilhosa, demoramos mais uma hora e tanto pra chegar no "fim do mundo do Recreio" onde mora a familia do marido. Chegamos lá e já inauguramos o primeiro de muitos churrascos nesses dias... (eles tem uma fixação por assar carne!).

 Os "trabalhos" foram tão intensos que resolvemos dormir lá mesmo (ficamos hospedados num ap da familia na Barra) e no dia seguinte partir pro nosso "lar carioca".

Não levamos nem cadeirinha, nem carrinho e bebê conforto, pois o "Primo rico carioca", por ter um filho de 1 mês e meio, nos emprestou tudo. Nos emprestou também o ap e um carro, que descobrimos não poder ser guiado pelo marido (enorme!) + cadeirinha + bebê conforto. Resultado: EUZINHA tive que dirigir no Rio!!! Pausa pra explicação - Eu nunca tinha dirigido em outra cidade além de Brasília, que tem um trânsito muito mais tranquilo e civilizado, sintam o pânico e desespero dessa que vos escreve quando constatou que só ela poderia dirigir???!!!!! - despausa. Com isso, meus planos de passear pela cidade foram por água a baixo e ficamos restritos no circuito Barra-Recreio todos os dias...

Por culpa do ar condicionado siberiano do aeroporto de Brasília a Ciça ficou doente, com uma tosse muito forte e desesperadora, tentamos de tudo (todas as receitas caseiras e simpatias) mas precisamos levá-la ao médico na terça de carnaval. A sorte é que o Rio é metrópole e tem até clínica pediatrica 24 horas dentro do Shopping! Só que com isso, o único passeio que ainda nos restava no circuito já citado - Shopping -  não pode ser feito, porque apesar de chovendo, estava quente no Rio e entrar e sair de ambientes altamente refrigerados (como eles gostam) não era muito bom pra Cecília.

Além disso, o Gui foi pra lá com Otite viral, tomando remédio pra dor e ainda com resquícios de tosse...

Daí em diante, foi só ralação. A família fazendo mil churrascos ao ar livre - chuva/vento/sereno e eu tendo que ficar com as duas crianças dentro de casa (a.k.: sozinha!) enquanto o resto do povo se divertia lá fora (incluindo o marido). A sorte é que, pelo menos o "primo rico carioca" tem TV a cabo em toda e qualquer aparelho da casa. E viva Discovery Kids!!!!!

Sim, deu praia, na quarta-feira de cinzas o tempo abriu pela manhã e o marido pode ir com o pequeno à praia e à piscina do conds, na quinta até eu fui à praia dar um mergulho entregar pro mar todas as urucas desse início de ano...

E então foi assim, até domingo, praia/piscina pela manhã, churras nas tardes (ou não, teve dia que não rolou), muita tv a cabo e só!

Na volta ainda atrasamos para sair do "fim do mundo" e quase perdemos o avião. Quase mesmo, chegamos ao balcão com o embarque já encerrado e só conseguimos seguir viagem pela benevolência do pessoal da TAM. Um stress tão grande (imaginem correr o aeroporto inteiro com duas crianças à tira colo!) que no avião eu desabei a chorar (quem me conhece, sabe que eu odeio atrasos/correrias em viagens de avião).

Quando chegamos em casa, eu só pensava no tanto que tudo é bom no meu quadradinho...

E agora, pergunto, quando será mesmo o próximo feriado????

Beijos,

6 comentários:

Priscila disse...

nossa quanta coisa ein!! cansei só de ler imagina vc!!! Tenta manter o pensamento em: tudo passa!! Bjksss e melhoras!!!

Neda disse...

Caramba!
Se fosse um filme pouca gente acreditaria!
Flávia, você está de parabéns. Não sei como eu me sairia dessa. Agora você pode dirigir em qualquer lugar :) me mata a curiosidade, qual o carro?
Beijos solidários

Lu Olhosde Mar disse...

eu te acho uma heroína. só viagei com meus 2 filhso e marido qdo o mais novo fez 2 anos. com bebê..não dá.

Giovanna Cresceu!!! disse...

O tempo no Carnaval não ajudou mto mesmo. Se divertir ao ar livre com chuva é complicado, ainda mais com duas crianças pequenas. Mas achei esses cariocas anfitriões mto sem criatividade...rs. Poxa, na Barra tinha um bailinho super legal num shopping que tem uma área aberta e vcs não ficariam no gelo do ar. Levamos a Gi e ela curtiu mto. Só tinha família com crianças.
Na próxima vinda ao Rio deixa comigo que vou ser tua guia...rs.

Beijão.

Nana disse...

Q aventura, hein?! Pelo menos, aproveitaram o feriado para viver fortes emoções...mais um post na area...confira qdo puder! Bjs e fik c Deus.

IVANA disse...

Flavia,

Que perrrengue, menina. Ainda bem que acabou... O importante é os meninos ficarem bem. Acho que todas as experiências são boas, embora na hora a gente pense que não. Depois que tudo passa, a gente se sente mais forte.

bjs

Ivana e Davi (que também ficou dodoi no carnaval, com uma tosse de cachorro, mas agora já está ótimo)

  © Free Blogger Templates Blogger Theme II by Ourblogtemplates.com 2008

Back to TOP